Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fora de hora

OAB-SP devolve dinheiro de inscritos já aprovados no exame

Depois de divulgar os prazos de inscrição do 132º Exame da Ordem, a OAB de São Paulo percebeu que os resultados da prova anterior só serão publicados depois da data. Como o valor é de R$ 180, o presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB-SP, Braz Martins Neto, fez uma opção. “Quem fizer a inscrição para o Exame 132 e tiver sido aprovado na segunda fase do Exame 131 terá o valor da inscrição devolvido”, disse o advogado.

As inscrições para o 132° Exame serão abertas na próxima segunda-feira (19/3) e duram até o dia 30 de março. A OAB-SP justificou o período pela tentativa de cumprir a unificação de data do Exame de Ordem em todo o país. “É humanamente impossível fazer a correção de quase 6 mil provas, cada uma analisa por 3 examinadores, em um mês”, emendou Braz Martins.

Os bacharéis podem se inscrever pelo site da Vunesp. A prova objetiva está marcada para o dia 15 de abril e a prático-profissional, para 20 de maio.

Para participar, os interessados têm de comprovar domicílio eleitoral no estado de São Paulo ou ter cursado o curso de Direito no estado.

O candidato deve optar entre Direito Civil, Penal, Tributário ou do Trabalho. A prova objetiva terá cinco horas de duração com 100 questões de múltipla escolha sobre Direito Constitucional, Civil, Empresarial, Penal, do Trabalho, Administrativo, Tributário, Processual Civil, Processual Penal e também sobre o Estatuto da Advocacia e da OAB, Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina.

Os candidatos que acertarem no mínimo 50% das questões poderão prestar a segunda fase do exame. A prova prático-profissional consiste em cinco questões práticas e a redação de peça profissional. Com cinco horas de duração, os bacharéis poderão consultar a legislação, livros de doutrina e repertórios de jurisprudência. Será aprovado o candidato que obtiver nota igual ou superior a seis.

Revista Consultor Jurídico, 16 de março de 2007, 0h01

Comentários de leitores

4 comentários

Obrigada Dr. Alexandre, grata por seu pensament...

Helena Fausta (Bacharel - Civil)

Obrigada Dr. Alexandre, grata por seu pensamento justíssimo, prova também que foi dada a OAB, o direito de estar acima de nossa C.F., é como nos pedágios, a eles foram dados direitos de, se em alguma ocasião um cidadão não puder pagar para transitar,poderá até ser preso, contrariando aquele famoso art, que diz ser sagrado seu direito de "ir" e "vir".

A semelhança das CPIs, em homenagem à transparê...

Fernando Queiroz (Advogado Autônomo)

A semelhança das CPIs, em homenagem à transparência decantada pela OAB, não se fizesse uma verificação dos critérios de correção das provas. O princ´´ipio da publicidade não atinge a OAB. Tomamos o exemplo do exame 132, onde os candidatos terão que pagar, e, se o caso for, receber de volta. Absurdo dos absurod. A "Comissão" dos exames da OAB prima pela incompetência. Outro exemplo, passados mais de um mês, resolvem os imperadores do Direito da OAB anular duas questões. Argumentam, ironicamente que, os candidatos aprovados em releitura, segundo o edital, poderão fazer a segunda fase. Assim eles mascaram a incompetência junto a frustração dos bacharéis aprovados e que esperarão por algum tempo até obterem o crivo final da "conceituada" OAB/SP. Fernando Queiroz Advogado

Estranho a justificativa do Dr. Braz Martins no...

Jornalista Pereira (Jornalista)

Estranho a justificativa do Dr. Braz Martins no que diz respeito ao tempo gasto para corrigir as provas dos candidatos. Se a estes são dadas apenas cinco horas para responder às cinco questões e, após olhar para uma "bola de cristal" para adivinhar o que o examinador quer, elaborar uma peça que em um escritório gasta-se até um dia com consultas, como podem os examinadores demorarem um mês para corrigir as provas, deveriam fazê-lo em uma semana, com folga de tempo. Assim, conclui-se que é fácil pedir aos outros o impossível, mas sempre encontra-se a justificativa para si próprio.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 24/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.