Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ataque do coração

Fabricantes de Vioxx são condenados a indenizar por morte

Por 

Os laboratórios Merck & Co., fabricantes do analgésico Vioxx, devem pagar US$ 20 milhões à família de um funcionário dos correios da cidade de Idaho. Frederick Humeston teve um ataque do coração por causa do medicamento. A condenação dos laboratórios foi imposta, na segunda-feira (12/3), por um júri de Atlantic City. As informações são do site Findlaw.

O veredicto saiu após três semanas de julgamento. Nas litigâncias envolvendo o Vioxx, os laboratórios Merck venceram nove casos e perderam cinco.

Frederick Humeston, de 61 anos de idade, é da cidade de Boise, Idaho. Sofreu um ataque do coração em setembro de 2001, meses após ter tomado Vioxx, e muito antes de a Merck ter colocado no medicamento, sob a pressão de autoridades federais, alertas de que seu consumo poderia gerar infarto.

O idoso tomou o medicamento por dois meses, na tentativa de evitar dores nos joelhos, contraídas de ferimento gerado na Guerra do Vietnã, onde lutou.

O júri do caso, composto de cinco homens e três mulheres, concluiu que houve negligência por parte dos fabricantes.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 13 de março de 2007, 15h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.