Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Assassinato no Pacífico

Ilha de Norfork condena homicida pela primeira vez em 150 anos

Depois de 151 anos, um assassinato quebrou a tranqüilidade da pacata Ilha de Norfork, uma comunidade turística de 1,3 mil habitantes no Oceano Pacífico. Agora, Glenn McNeill, um cozinheiro neozelandês, foi condenado por uma corte da ilha pelo homicídio de Janelle Patton, uma gerente de restaurante de 29 anos, informa a BBC.

Ela foi encontrada morta na pequena ilha (território australiano com governo próprio) em março de 2002. Foi a primeira pessoa assassinada desde que a ilha foi descoberta pelos ingleses em 1856. McNeill pegou prisão perpetua.

Quando foi preso, no ano passado, o cozinheiro confessou o assassinato. Admitiu à Polícia que acidentalmente atropelou a vitima. Perante do júri, ele se retratou de sua confissão e negou qualquer envolvimento com a morte da vitima. Argumentou que estava mentalmente exausto quando preso.

Os procuradores explicaram que McNeill atacou com o carro violentamente a vítima, que tentou desesperadamente escapar.

Revista Consultor Jurídico, 10 de março de 2007, 0h02

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.