Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Intimidade indevida

Juiz inglês é preso por mostrar partes intimas no trem

O juiz inglês Stephen Richards, de 56 anos, casado e pai de três, está sendo processado por cometer atos obscenos nos trens na cidade de Londres, informou nesta sexta-feira (2/3) o porta-voz da Polícia do Transporte Britânica.

No dia 19 de janeiro, Richards, que atua na Corte Suprema de Apelações e já participou do Parlamento e da Suprema Corte, foi preso depois que uma mulher o acusou de “mostrar as partes íntimas” durante uma viagem de trem. Em outubro do ano passado, ele foi acusado de atitude idêntica no mesmo trem no sudoeste de Londres.

O juiz, que mora em Wimbledon, deve ser julgado na próxima quinta-feira (8/3) no Tribunal de Magistrados de Westminster.

A imprensa inglesa lembrou que Richards participou do julgamento no caso do brasileiro Jean Charles de Menezes, morto pela Polícia britânica em julho de 2005 que o confundiu com um terrorista suicida.

Depois de sua prisão em janeiro, Richards insistiu na sua inocência. Ao tablóide News of the World, ele disse: “Eu falei com a policia e dei a eles toda a minha cooperação sobre o incidente de outubro, do qual eu nego. Eu não estou sendo processo”.

Revista Consultor Jurídico, 3 de março de 2007, 0h02

Comentários de leitores

3 comentários

Se fosse aqui, não iriamos ler o que o Juiz dis...

Adilson Jorge Donofrio (Delegado de Polícia Estadual)

Se fosse aqui, não iriamos ler o que o Juiz disse:- "Eu falei com a polícia e dei a eles toda a minha cooperação"

Donde se conclui que ser energúmeno não é privi...

Armando do Prado (Professor)

Donde se conclui que ser energúmeno não é privilégio da Terra de Santa Cruz...

Se fosse aqui...

Neli (Procurador do Município)

Se fosse aqui...

Comentários encerrados em 11/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.