Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Perdão perdido

STF analisa de novo se falta grave leva a perda de dias remidos

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal está analisando se o preso que comete falta grave perde os dias remidos. O Supremo já se manifestou sobre a matéria e pacificou o entendimento de que falta grave, durante o cumprimento da pena, implica a perda dos dias remidos. Mesmo assim, novo pedido de Habeas Corpus é julgado na turma.

Por enquanto, apenas a ministra Cármen Lúcia e o ministro Ricardo Lewandowski votaram. Ela negou o pedido com o argumento de que o STF já se manifestou sobre a questão. “Não vejo como conceder, na espécie, a ordem pedida, se considerarmos que o paciente, estando cumprindo pena, veio a cometer falta grave, e isso não é fato discutido na espécie em qualquer momento”, afirmou.

Cármen Lúcia entendeu que, ao caso, deve ser afastada a possibilidade de aplicação da Lei de Execução Penal. O ministro Ricardo Lewandowski acompanhou o voto da relatora. Em seguida, Carlos Britto pediu vista.

O pedido de Habeas Corpus foi impetrado por Igor Fabiano Pereira, contra decisão do Superior Tribunal de Justiça, que determinou a perda de todos os dias remidos, aqueles reduzidos da pena a cada três trabalhados, por ter cometido falta grave na prisão.

HC 91.085

Revista Consultor Jurídico, 23 de maio de 2007, 0h01

Comentários de leitores

1 comentário

Vamos ver se o STF agora não inventa outro moti...

Lei e Ordem (Advogado Autônomo)

Vamos ver se o STF agora não inventa outro motivo para colocar mais cedo os bandidos nas ruas.

Comentários encerrados em 31/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.