Consultor Jurídico

Comentários de leitores

41 comentários

Quando se começa a combater a corrupção no país...

Wilson (Funcionário público)

Quando se começa a combater a corrupção no país a elite, incluindo juízes e desembargadores, que não está acostumada a levar algemas e ficar um tempinho atrás das grades, reage com um punhado de argumentos infundados! Espero que ninguém consiga intimidar a Polícia Federal e ela continue prendendo juízes e outras autoridades corruptas, pois não é possível ver o dinheiro de nossos impostos sendo desviado para sustentar quadrilhas judiciárias. O lugar de juiz bandido é na cadeia e temos que terminar com essa estória de aposentadoria para marginais da Justiça. Juízes, desembargadores e ministros corruptos devem ser presos, apodrecerem atrás das grades e perderem seus cargos. Temos que dar um basta à premiação de criminosos neste país.

Inocentes? Se são inocentes, Dr. Maurício Corre...

Aldilene Fernandes Soares (Advogado Autônomo - Criminal)

Inocentes? Se são inocentes, Dr. Maurício Correa, eles não precisam temer o trabalho da Polícia Federal, não é mesmo? Ou será que o nosso Judiciário não é mais dígno de confiança? Será que a chamada "justiça" pode ser comprada por quem quer que possa pagar por ela? Como o Dr. Maurício mesmo disse, é o Judiciário a maior garantia do cidadão contra a truculência de transgressores da lei, mas no nosso Estado, lastimavelmente, infelizmente, as coisas não são bem assim. E por último, o caro Dr. Maurício querer comparar o que está acontecendo aqui ao regime stalinista é no mínimo absurdo, já que estamos "carecas" de saber que a punição máxima imposta até agora foi a aposentadoria!!!! E viva a Polícia Federal! E que venham as operações Facas, Espadas e assim por diante.

Infelizmente o próprio Ministro é adepto da mes...

Neto (Defensor Público Estadual)

Infelizmente o próprio Ministro é adepto da mesma prática que hora critica: a generalização. Senhor Ministro Mauricio Correa excessos existem em qualquer orgão e o poder Judiciário, o qual o senhor defende, comete arbitrariedades ainda maiores que a policia federal, como o nepotismo e desrespeito ao teto, além de injustiças cotidianas. Viva a CNJ que imprimiu alguma moralidade no Judiciário e viva a Polícia Federal que faz seu trabalho, ao contrário do nosso Judiciário.

Já virou rotina, sempre que a Polícia Federal i...

Wagner Souza (Advogado Autônomo - Administrativa)

Já virou rotina, sempre que a Polícia Federal investiga membros do alto escalão do Poder Judiciário, surgem os defensores paladinos defendendo a tese de que estes são "intocáveis".

O Dr. Maurício Correa está advogando em causa p...

Menslex (Advogado Assalariado - Administrativa)

O Dr. Maurício Correa está advogando em causa própria ou a soldo de juizes, provavelmente corruptos, do tipo para os quais a maior punição recebida até hoje foi a aposentadoria. Claro que o colega dele Nicolau Lalau está em prisão domiciliar - mas, esclareça-se, o crime dele não foi de prevaricar no cumprimento do dever de julgar. Como pude ver - muitos não se esqueceram de detalhes do evento carnavalesco-etílico-picaresco do qual o próprio Dr. Mauricio Correa participou. Ainda bem que há este espaço para comentar e demonstrar que certos tiros para acertar trouxas e desavisados podem sair pela culatra....

Caro Dr. Maurício, modestamente, comungo com su...

Emerson Marcelo S. do Carmo (Advogado Associado a Escritório - Tributária)

Caro Dr. Maurício, modestamente, comungo com sua opinião, porém bem antes de juízes, desembargadores e ministros serem alvos da pirotecnia da Polícia Federal, a qual nunca se preocupou com dignidade das pessoas envolvidas no seu show. Pessoas que, posteriormente, demonstraram em nada relacionar-se com as precipitadas acusações. Lamentavelmente, este Poder Judiciário, que agora, por ser a bola da vez, se preocupa com os excessos da Polícia Federal, é o "pai do monstro". Tivesse agido no tempo próprio, coibindo as condutas da PF que desrespeitavam o Estado Democrático de Direito, o próprio direito positivido, por certo hoje, embora continuasse no foco, aqueles que nada devem no Poder Judiciário estariam tranquilos quanto às ações da PF. Porém, o Poder Judiciário, enquanto o alvo das ações legítimas e não legítimas da PF era os "pobres mortais", somente soube referendar e ratificar os abusos, os excessos. Agora, está provando do próprio veneno. É a criatura contra o criador.

A pretexto de criticar uma situação de excesso ...

Veronezzi (Publicitário)

A pretexto de criticar uma situação de excesso de trabalho dos Tribunais Superiores, o Sr. Maurício Corrêa, sem nenhum pudor fica a defender juízes corruptos e, apregoando sem nenhuma vergonha, que o Judiciário deve ser corporativista e que deve estar acima de qualquer suspeita. Só faltou o senhor colocar explicitamente - porque nas entrelinhas já está - que é uma injustiça condenar e prender juízes que praticam corrupção. De lado o senhor está afinal?

...ah dr. maurício, com todo o respeito: vá pen...

Robespierre (Outros)

...ah dr. maurício, com todo o respeito: vá pentear macacos no zoológico de londrina...

Perdão por pelos erros materiais. E outros. Est...

Ampueiro Potiguar (Advogado Sócio de Escritório)

Perdão por pelos erros materiais. E outros. Estou com um pirexia.

Locupletemo-nos. Nada de investigações. Para qu...

Ampueiro Potiguar (Advogado Sócio de Escritório)

Locupletemo-nos. Nada de investigações. Para quê? Ia abster-me de frequentar esse CONJUR. Mas... Há excessosw de processos. Alguns Banco do Governo acumulam quase um milhão deles. A maioria com recursos inúteis, protelatórios. Simplesmente protelatórios. O STJ está realmente assoberbado. Por quê? Porque juízes ilibados sentenciam na primeira instância sem quaisquer critérios. Recorram, recorram. Isso a cúpula do Judiciário não vê. Não podem intervir na "solitária convicção do julgador". Convicção camuflada de fastio pelo desempenho da nobre função. Preferem dar aulas nessa milhares de faculdades de direito que nascem como coelhos. Por falar em ilibada honra e conduta, quando Ministro o Dr. Maurício teve uma conduta exemplar: no Sambódromo, no RJ, saiu de lá rastejando. Em estado etílico invejável. Sob as barbas da Srs. Lilian. Aquela sem calcinha. Lembram? êta ferro! A Polícia Federal tem que agir sim. Escutar. Até porque o que ela escuta coraria uma estátua de mármore. Se não tiver fundamento, evidente que a escuta não servirá para nada. Como o Judiciário pode ser a maior garantia do cidadão, Doutor Maurício, se, como está claro, sentença são vendidas! Os nomes das às operações da PF são picarescos. Estão de acordo com certos nomes. É o riso do planeta. Que rep´publica, riem. E nós, pagadores de impostos, à beira de um piripaque. O Conselho Nacional de Justiça pode ser um sorvedouro de dinheiro. Na curta existência já produziu resultados fantásticos. Vide a questão do nepotismo. Disso o contribuinte Maurício não fala. E quanto custa o Poder Judiciário para não julgar como deve? O Dr. Maurício está fazendo política biliosa. E se fosse convidado para o CNJ, ele que tem conduta honrada, aceitaria? Resposta oas colegas comentadores. Cuidado Dr. Maurício. Quem está fabricam Stalins é a elite do 03 Poderes. A outra, trabalha. Para pagar impostos.

Com o devido respeito que tenho, ao Bel Maurí...

José Brenand (Outros)

Com o devido respeito que tenho, ao Bel Maurício Correia - Ministro aposentado, porem lamento muito a opinião do mesmo, sabe ele perfeitamente, que se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão! Nosso amado Brasil, é preciso ser passado a limpo, isso se faz mais que urgente, doa a quem doer. O Ministro aposentado, sendo homem de bem, e sem culpa em cartório, deveria para o bem de todos, e por um Brasil mais justo, apoiar as ações da Policia Federal. Sabe bem o Ministro Maurício Correia, que o sistema político em voga, leva as pessoas que disputam cargos eletivos, a uma situação corrompívíl, isso porque, ninguém dá contribuição financeira em época de eleições, por ter o candidato olhos e corpo bonito, mas tão somente por interesses pessoais, e o mesmo persiste após o ato eleitoral, se o candidato for eleito, e em não sendo eleito, esse eventualmente passa ser pombo correio, em interesse pessoal de seu padrinho financeiro eleitoral. Acredito que é o momento mais que positivo, para se discutir, e aprovar, o financiamento público de campanha eleitoral, ai si; poderemos ter um sistema de governo menos corrupto. O sonho de um sistema incorruptível, é um sonho a ser perseguido, porem nosso corpo físico nos dá uma visão maravilhosa de uma sociedade; o ânus é um aparelho extremamente preciso ao corpo humano, sem ele, o corpo falece, apesar de sua quase perfeição, só não sendo perfeito, porque precisa do ânus, para liberar excrementos; porem devemos ter cuidado com os alimentos, para que o mesmo não seja tão pútrido, que as vezes, nem o próprio ser humano, suporta a fedentina de seu próprio produto alimentar. josebrenand@uol.com.br

Impressionante! Quanta besteira do Sr. Maurício...

Carlos (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

Impressionante! Quanta besteira do Sr. Maurício Correa! Quem conhece a história desse senhor aqui em Brasília para chegar ao Poder sabe que não possui autoridade moral nenhuma para fazer qualquer comentário sobre nada! Porém, como foi Ministro (numa época em que a sociedade ainda aceitava esse tipo de indicação para o Supremo) ainda tem voz na mídia. Deve estar se debatendo de raiva e insatisfação ao ver um novo Brasil, onde os verdadeiros corruptos e bandidos, os de colarinho branco, estão indo pra cadeia! Ainda bem que essa sua geração já foi! E vai tarde! Tchau!

O trabalho da Polícia Federal está excelente ...

Hamil MT (Bacharel)

O trabalho da Polícia Federal está excelente e tem de continuar. As reclamações ocorrem porque tal trabalho tem incomodado gente dos altos escalões que antes roubava tranqüilamente. Sua Excelência Maurício Correa, apesar de grande capacidade e inteligência,e enfatizemos: foi político profissional, um grande "político brasileiro"; esquece-se ele que as "leis e os entendimentos" no Brasil, são todos voltados para corruptos e grandes meliantes. Vejamos quem o STF - do qual Ele foi grande Ministro - puniu dos deputados e senadores nos últimos 50 anos - só essa pergunta mata o argumento de que "o Poder Judiciário revoga as prisões injustas da PF". Além disso, esquece-se o Grande Advogado que a "ingênua população brasileira", apesar de inerte ainda, sabe muito bem que, para pagar campanhas políticas e enriquecer mesmo, nossos administradores públicos, salvo algumas exceções, são corruptos - se apropriam do direito público mesmo - cometendo incontáveis assassinatos indiretos quando deixam de aplicá-los corretamente na saúde, educação e na reparação das rodovias, por exemplo. Em suma, o artigo tem parcial razão quando diz que deve-se evitar abusos, porém é uma ofensa à inteligência do leitor do "site".

O grande problema, é que as "escutas", começam ...

A.G. Moreira (Consultor)

O grande problema, é que as "escutas", começam e permanecem , por muito tempo , com o fito de "derrubar" alguém, sem autorização judicial . A autorização judicial, somente, é concedida, com "fortes" indícios, que justifiquem a "escuta". Mas, os "indícios" , apresentados à Justiça, foram conseguidos, por "grampos" ilegais , quando não foram "produzidos", por "indução" .

Há tanta bobagem nestes comentários que fico fe...

Antonio Manoel Bandeira Cardoso (Advogado da União)

Há tanta bobagem nestes comentários que fico feliz quando lei os comentário de Luis Fernando e André Eiró. O Ministro Maurício Correa não fala como político, mas como advogado que é. A função do advogado é esta. Lutar pela justiça. A Polícia Federal está cumprindo suas atribuições. Mas não podemos deixar que pessoas inocentes venham a ter sua imagem destruída. Será que o caso da escola de São Paulo está esquecido. Acusaram um casal de professores a imprensa fez um espalhafato semelhante. Os dois com suas reputações destruídas e quando o caso veio a julgamento, os dois eram inocentes. E aí o que se faz? Nos Estados Unidos houve o Caso Sacco e Vanzzetti, quando dois imigrantes italianos form acusados de um homicídio pelo fato de serem anarquistas e estrangeiros. O caso teve repercução mundial. Pesrsonalidades do mundo inteiro pediram por eles, pois as provas eram circunstancias. Nada adiantou. Eles foram para a cadeira elétrica. Depois ficou evidenciado que eram inocentes. Depois hove o caso Rosemberg, também nos Estados Unidos. Cito também o caso do sequestro do filho do Lindemberg, o primeiro piloto a cruzar o Oceano Atrântico. O bebê apareceu morto. Pegaram um suspeito. A Imprensa fez um tremendo espalhafato, e o suspeito foi considerado culpado e executado e depois verificou-se que era inocente. Acrescento também o caso do Capitão Alfred Dreyfuss na França, que foi acusado de alta traição. Condenado,cumpriu pena de varios anos na Ilha do Diabo e depois ficou clara a sua inocencia. Entraram em sua defesa o escritor Zola e o grnde Rui Barbosa, que escreveu memorável artigo no Jornal do Comércio, que está em seu livro Cartas de Inglaterra. A Polícia deve atuar sim, porque tem muita gente que tem que responder por seus crimes, mas não podemos deixar que a notícia vire julgamento e que se intitue um Estado policialesco. Um Estado Democrático de Direito, como define a Constituição, pressupõe julgamentos justos, e isto significa Direito de Defesa, Contraditório e presunção de inocência. Não havendo estes intitutos, não temos um Estado Democrático de Direito, mas uma ditadura.

Faço uma correção. ´Digitei O nome do grande Mi...

Antonio Manoel Bandeira Cardoso (Advogado da União)

Faço uma correção. ´Digitei O nome do grande Ministro e meu saudoso Professor Oscar Correa, quando a declaração foi do Ministro Maurício Correa

Eu gostei de ver a declaração do Ministro Osca...

Antonio Manoel Bandeira Cardoso (Advogado da União)

Eu gostei de ver a declaração do Ministro Oscar Correa. Se ele voltar a advocacia está mostrandoque volta com alma de advogado. Parece que tem gente que tem saudade daos tempos da ditadura,quando pessoas eram perseguidas, destituídas de cargos públicos e condenadas. A simples denúncia já valia por condenação. Se a opinião acima viesse de um leigo eu não diria nada, mas me espanta que venha de alguem que se diz advogado, mas não assina. Já que é advogado recomendo a leitura das defesas de Rui Barbosa e do grande Sobral Pinto, que sendo católico defendeu os comunista,entre os quais Luis Carlos Prestes,quando este foi preso pela ditadura de getúlio Vargas. O Ministro Maurício Correa levantou uma questão que me preucupava bastante, que é a possibilidade de um dia destruirem a reputação de algúem por engano. Será que o caso do casal de professsores da escola de Paulo já está esquecido. Eu cumprimento os integrantes da Polícia Federal pelo muito que estão fazendo sendo tão poucos para um País tão grande, mas com o alarde que a imprensa dá a essas operações a preucupação do Ministro Maurício Corrêa é minha também. Se houver o que o Ministro receia, muito possívelmente os clientes do Ministro serão pessoas inocentes com a imagem destruída pelo sensacionalismo e notícias apressadas.

É sábio o ditado popular: "quem não deve, não t...

Rômulo Salomão (Advogado Autônomo)

É sábio o ditado popular: "quem não deve, não teme". Na minha casa, não tem ninguém preocupado: nem meu pai, nem minha mãe, muito menos eu... A PF nunca investigou qualquer um de nós, que também nunca tivemos que responder qualquer processo criminal... A PF está fazendo o trabalho dela, investigando e colhendo provas dos crimes Brasil à fora. Se houver excesso, o Judiciário deverá cessar e, na sequência, reparar.

Será que é somente "jogo de publicidade do gove...

olhovivo (Outros)

Será que é somente "jogo de publicidade do governo"? Hoje saiu a seguinte informação no blog do Claudio Humberto: "Preso levou o caseiro a tucano. O representante do governo de Alagoas em Brasília, Enéas de Alencastro Neto, preso na Operação Navalha, é antigo desafeto do governo petista. Foi Enéas quem apresentou o caseiro Francenildo ao então senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT). O político tucano convenceu o caseiro a revelar as atividades dos lobistas na mansão de Ribeirão Preto em Brasília, provocando a demissão e o inferno do ex-ministro Antônio Palocci". Fica ainda a pergunta que não quer calar: alguém já viu a PF algemar e exibir de troféu algum petista? E olha que matéria prima não faltou: mensalão, cuecão, compra de dossie, land rover, passeio em lanchas sem saber de quem era, e por aí vai.

DEIXA OS OMES TRABALHAR GENTE. DEPOIS É SÓ CONT...

não (Advogado Autônomo)

DEIXA OS OMES TRABALHAR GENTE. DEPOIS É SÓ CONTRATAR UM PROFISSIONAL DE LIMINAR E SOLTAR OS AMIGOS. SEM DIFICULDADE.

Comentar

Comentários encerrados em 29/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.