Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Endereços falsos

Polícia Federal faz operação contra fraudadores de IPVA

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta segunda-feira (14/5), operação para desarticular uma quadrilha que registrava carros com endereços falsos e conseguia reduzir o valor do IPVA. O grupo é suspeito de agir no Paraná, em Tocantins e em São Paulo.

Segundo informações da Secretaria da Fazenda de São Paulo, a operação começou depois de uma investigação feita pelo departamento de inteligência do órgão. Os dados coletados foram repassados para a Polícia Federal do Paraná e para as polícias civis de São Paulo e de Tocantins.

Em Curitiba, a operação reuniu 110 policiais federais. Foram expedidos 15 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão. De acordo com a PF, despachantes são acusados de usar documentos falsos para registrar frotas de veículos de outros estados no Paraná, para que os clientes pagassem menos IPVA.

Revista Consultor Jurídico, 14 de maio de 2007, 13h27

Comentários de leitores

14 comentários

O IPVA é um imposto estadual. A Constituição re...

Jose Antonio Dias (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

O IPVA é um imposto estadual. A Constituição reza que o individuo tem a liberdade de viver onde bem entende. Nada impede que ele use seu veículo em São Paulo e pague o IPVA em Tocantins, onde tem endereço. O individuo pode escolher o Estado que lhe cobre menos um determinado imposto, dentro da Nação. Onde está o crime? O que este País dos impostos deveria fazer para coibir que um indivíduo ou empresa registre um veículo no Estado que bem entender, é instituir o passaporte nacional para transitar de um Estado para outro. Assim, quando o individuo transitar de um Estado para outro, deve tirar um visto de entrada e pagar o IPVA do Estado por onde vai passar. Não devera esquecer que, ao viajar do Rio Grande do Norte para o Rio Grande do Sul ele deverá pagar, pelo menos, 9 (nove) IPVAs. Assim, cada Estado recebe o seu IPVA e o indivíduo continuará a ter a liberdade, que lhe garante a Constituição, de "ire e bire" sem ser preso e sofrer um processo provocado pela idiotice de nossos legisladores. Esta ação da Polícia Federal não vai dar em nada, não existe fraude, é mais uma palhaçada para encobrir a roubalheira dos Congressistas e suas CPIs e da turba do Palácio do Planalto inventando obras para superfaturarem...É lá que a Polícia Federal deveria fazer operação.

Além da locadora e particulares, há necessidade...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Além da locadora e particulares, há necessidade da PF verificar os veículos que prestam serviços para as empresa de telefonia que em sua maioria estão com placa do Paraná, assim como, da REDE GLOBO DE TELEVISÃO que roda em São Paulo e outros estados. Já não era sem tempo.

O "furto qualificado" que é o IPVA de São Paulo...

Renério (Advogado Sócio de Escritório)

O "furto qualificado" que é o IPVA de São Paulo ninguém apura... tsc..tsc..tscc.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 22/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.