Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pornografia infantil

Polícia alemã investiga pornografia infantil no Second Life

Por 

Depois de o FBI, a Polícia Federal dos Estados Unidos, ter anunciado há 15 dias que investiga o mundo virtual do Second Life, a polícia alemã fez o mesmo. Os alemães buscam indícios de pornografia infantil para processar os donos das comunidades do mundo virtual. As informações são do site Findlaw.

Uma garota alemã de 13 anos de idade foi descoberta no Second Life oferecendo fotos com pornografia infantil, afirmou neste fim de semana o promotor alemão Peter Vogt. A empresa Linden Lab, baseada em São Francisco (EUA), inventora do jogo, anunciou que passará a contribuir com a Agência Central de Prevenção à Pornografia Infantil, baseada na cidade de Halle, na Alemanha.

A pena alemã por pornografia infantil na internet, com uso de imagens, é de 5 anos de prisão. Em seu blog, neste final de semana, a empresa Linden Lab informou que já havia começado a punir usuários que fazem uso do jogo para pornografia — como um homem de 54 anos de idade e uma mulher de 27 anos, que postaram no mundo virtual imagens (em computação, avatares) de um homem adulto e uma menina menor de idade simulando sexo virtual.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 14 de maio de 2007, 9h49

Comentários de leitores

1 comentário

Nem tudo está perdido, ainda bem que há pessoas...

José Brenand (Outros)

Nem tudo está perdido, ainda bem que há pessoas de bem nesse mundo de Deus me acuda. Seria interessante que as cabeças pensantes de nosso congresso Nacional, assimilate e colocasse em execução, o que se está sendo feito por povos civilizados do primeiro mundo, concernente a pornografia infantil na Internet; cadeia para esses crápulas, é pouco. josebrenand@uol.com.br

Comentários encerrados em 22/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.