Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acidente da Gol

Famílias das vítimas do vôo 1907 fazem abaixo-assinado online

A Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Vôo 1907 — do acidente aéreo entre o jato Legacy e o Boeing da Gol — já recolheu mais de 800 assinaturas no abaixo-assinado digital. Destinado ao ministro da Justiça, Tarso Genro, o documento faz um pedido público por Justiça e por um júri “justo e severo” para os responsáveis pelo acidente. A lista também será entregue ao presidente e ao relator da CPI do Apagão Aéreo, deputados Marcelo Castro (PMDB-PI) e Marco Maia (PT-RS), respectivamente.

Os familiares das vítimas optaram pelo abaixo-assinado na internet por entender que seria a forma mais democrática para buscar apoio da sociedade. “No texto, solicitamos ao ministro da Justiça que sejam preservados todos os direitos constitucionais das 154 vítimas do acidente”, explica a vice-presidente da Associação, Angelita Marchi.

A investigação da Polícia Federal de Mato Grosso sobre o acidente ainda está em curso e deve ser concluída até o final de maio.

O abaixo-assinado pode ser acessado por este link .

Veja o abaixo-assinado

Excelentíssimo Senhor Ministro da Justiça do Governo Federal, Doutor Tarso Genro

A Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Vôo Gol 1907, vem respeitosamente apresentar à V.Exa. pedido formar para que sejam adotadas, por parte do Ministério da Justiça e órgãos competentes, todas as medidas legais e demais procedimento pertinentes à efetiva PRESERVAÇÃO DOS DIREITOS CONSTITUCIONAIS DAS VÍTIMAS dessa incomensurável catástrofe.

Rogamos a Vossa Excelência, o resultado de uma investigação isenta e precisa na apuração das responsabilidades pelo maior acidente aéreo ocorrido em nosso país.

Clamamos por JUSTIÇA em respeito ao luto e a dor de todos aqueles que sofrem hoje, e sofrerão sempre, a perda brutal de seus entes queridos.

A JUSTIÇA que ansiamos principia na rigorosa apuração dos fatos, prossegue em JURI JUSTO e SEVERO e culmina com os culpados amplamente PUNIDOS.

Senhor Ministro, em Vossa Excelência e no Ministério da Justiça, depositamos todas as nossas esperanças de JUSTIÇA MAIOR, em memória dos 154 brasileiros, cujas vidas foram ceifadas de forma tão lancinante como irresponsável.

Respeitosamente

Revista Consultor Jurídico, 8 de maio de 2007, 0h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.