Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Á procura do pai

Mutirão reconhece 10 casos de paternidade em Araçatuba

Dez casos de reconhecimento de paternidade foram feitos em um mutirão promovido, no sábado (28/4), pela Defensoria Pública, em Araçatuba (SP). Ao todo, 110 casos foram atendidos – 60 devem resultar em ações de investigação de paternidade.

Entre os casos de reconhecimento voluntário feito em Araçatuba, um foi de um adulto, de mais de 30 anos, que conheceu o pai no mutirão. Na quarta-feira (2/5), ele teve o registro de nascimento lavrado com o nome do pai.

“O mutirão foi importante para a conquista da cidadania por dezenas de pessoas. Ter a identidade de nascimento completa é direito do cidadão”, afirmou Pedro Avellar, coordenador da Defensoria Regional de Araçatuba.

Por mês, a regional faz cerca de 2.600 atendimentos na triagem cível e família. Atua também na execução penal de 95% da população carcerária da região, que totaliza 11 mil presos.

A Defensoria de Araçatuba tem um defensor e seis procuradores. Com a posse dos aprovados em dois concursos, o quadro deve saltar para oito profissionais, seis deles em substituição aos procuradores.

Revista Consultor Jurídico, 4 de maio de 2007, 0h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.