Consultor Jurídico

Notícias

Reviravolta no ar

Transbrasil: pedido de falência baseou-se em dívida quitada

Comentários de leitores

13 comentários

Luismar,elementar meu caro... o RT é cumpadre ...

Enzo (Advogado Autônomo - Civil)

Luismar,elementar meu caro... o RT é cumpadre do hómi!!!

Congratulo a decisão, que foi proferida com o b...

Lucas  (Advogado Autônomo)

Congratulo a decisão, que foi proferida com o brilhantismo que é peculiar ao Dr. Mário Chiuvite Júnior, do qual fui aluno. Aproveito para dizer que é um excelente professor, extremamente dedicado e comprometido com a aprendizado de seus alunos. Apenas tem um defeito muito grave: torcer para o Corinthians! Ao mestre, o meu abraço. Lucas Hernandez do Vale Martins Advogado Trip Editora e Propaganda S/A lucas@trip.com.br

Decisão de 1ª instância. Isso aí vai pro TJ, ...

Luismar (Bacharel)

Decisão de 1ª instância. Isso aí vai pro TJ, pro STJ, pro STF, etc, vale dizer, uns 15, 20 anos. E é muito estranho isso. Falência de uma empresa aérea por uma dívida de 19 milhões de dólares (uma ninharia para o setor), ainda por cima quitada?! Estranho...

Corajosa a sentença!E vejam que além dos danos ...

Lourenço Neto (Advogado Assalariado - Administrativa)

Corajosa a sentença!E vejam que além dos danos materiais, relativamente fáceis de apurar, creio que há aqueles intangíveis, da alma. Quantas frustrações, pelos milhares de desempregos, quantos sofrimentos, casamentos desfeitos, famílias destroçadas pelo imponderável da irresponsabilidade alheia?!! Observem que a GE, além dos prejuízos, lucros cessantes, deve, pela letra da lei, conforme Art. 940 do CC, devolver a dobra legal, por cobrar em Juízo o que já fora pago. Creio ainda que aos empregados diretamente prejudicados pela medida, cabe dano moral. Acho que a GE vai entrar numa fria, e não falo aqui de seus refrigeradores...

Não conheço o processo, mas congratulo o Juiz p...

Sérgio Niemeyer (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Não conheço o processo, mas congratulo o Juiz pela coragem da decisão. Por dever de honestidade intelectual, só posso emitir opinião diante da suposição de que as premissas adotadas sejam verdadeiras. Assim, partindo da premissa de que a dívida realmente já estava quitada, a sentença é acertada. O Juiz aplicou corretamente o art. 1.531 do CC/1916 (hoje art. 940 do CC), que constitui pena privada, e com esmero as regras da responsabilidade civil. (a) Sérgio Niemeyer Advogado – Diretor do Depto. de Prerrogativas da FADESP - Federação das Associações dos Advogados do Estado de São Paulo – Mestre em Direito pela USP – Professor de Direito – Palestrante – Parecerista sergioniemeyer@adv.oabsp.org.br ou sergioniemeyer@ig.com.br

A TRANSBRASIL PODE VOLTAR A TRANSPORTAR PASSAGE...

PENNA (Comerciante)

A TRANSBRASIL PODE VOLTAR A TRANSPORTAR PASSAGEIROS? A JUSTIÇA PODE INDEFERIR A FALÊNCIA DA TRANSBRASIL?

Eu tava pensando em comprar uma TV de plasma da...

BASILIO (Advogado Sócio de Escritório)

Eu tava pensando em comprar uma TV de plasma da GE. desisti.... vão dizer que num paguei....Brincadeiras a parte, o caso me pareceu ser singelo demais, sequer houve pronunciamente judicial sobre controvérsias sobre o laudo pericial. Ou seja, a GE realmente deve ter pisado no tomate. Infelizmente os milhares de desempregados e respectivas familias, que comeram o pão que o diabo amassou, acionistas e controladores (sobre quem recaiu a responsabilidade pela falência) somente sentirão o efeito prático(econômico) da sentença daqui 15 anos no mínimo.....é uma pena. Mas pelo menos existe a chamada "roupa lavada", o que sem dúvida causa algum conforto, ao menos moralmente. Já é alguma coisa... No Brasil qualquer conforto já vale a pena

Decisão de primeira instância. Muita água ainda...

Luismar (Bacharel)

Decisão de primeira instância. Muita água ainda vai passar por baixo da ponte. Seja como for, causa estranheza que uma dívida de 19 milhões de dólares cause a falência de uma empresa do porte da Transbrasil. Será que a história é essa mesmo? A conferir. O advogado da Transbrasil é compadre do homi.

Me desculpem, mas devo ser meio limitado. Não ...

Alemão (Bacharel)

Me desculpem, mas devo ser meio limitado. Não entendo como ocorre algo assim mesmo havendo tantas perícias, cáluclos judicias e pareceres do Mp? Alguém se habilita a me explicar? Grato!

Boa, Armando !

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Boa, Armando !

E agora, José? Brasil, mostra sua cara...

Armando do Prado (Professor)

E agora, José? Brasil, mostra sua cara...

Imoralidade da grossa. Gente, isso é só um...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Imoralidade da grossa. Gente, isso é só um pequeno demonstrativo do que se faz nesse país com o patrimônio, a liberdade, a honra dos outros. Na minha modesta opinião não há como consertar essa anomalia, já que o malefício causado é simplesmente impagável. Vamso aguardar o desenrolar dos fatos.

Belissimo "pepino" de dimensões nucl...

hammer eduardo (Consultor)

Belissimo "pepino" de dimensões nucleares que agora "aterrissa" literalmente no colo da poderosa General Eletric que certamente vai ter que descascar um abacaxi juridico de dimensões poucas vezes vistas. Lamenta-se mais uma vez o dano IRREPARAVEL causado aos inocentes de sempre na figura do valoroso grupo de Funcionarios que lutou ate o fim para que a simpatica Companhia sobrevivesse , mas por uma dessas eternas "filigranas" da Justiça???????, optou-se pela morte subita. Que hoje se inicie um processo de reerguimento da Empresa em nome da Justiça e da preservação dos Trabalhadores ate hoje injustiçados. O mercado do transporte aereo no Brasil explodiu para cima e certamente tem um lugarzinho reservado para a volta da Transbrasil , retirada dos ceus pela calhordice de empresarios aliados a acordos inconfessaveis.

Comentar

Comentários encerrados em 11/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.