Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Envio de recibo

Governo reconhece compromissos assumidos com Polícia Federal

Por 

A Federação Nacional dos Policiais Federais, a Fenapef, recebeu nesta quarta-feira (2/5) documento que formaliza a intenção do governo em cumprir o acordo feito no ano passado pelo, então, ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos e pelo ministro do Planejamento Paulo Bernardo. No ofício, assinado pelo chefe de Gabinete do ministério da Justiça, Ronaldo Teixeira e pelo secretário de Recursos Humanos do ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça o governo se compromete em buscar uma solução para a questão num prazo de 30 dias.

Com base no reconhecimento da existência desse documento, a primeira reunião entre policiais federais e governo federal acontece já na terça-feira dia 8 de maio.

Segundo o texto, depois de concluída a negociação uma proposta será enviada ao Congresso Nacional para ser aprovada. Além disso, mais uma vez o governo reconhece o compromisso de recompor os salários dos policiais federais.

Os federais reivindicam um aumento salarial de 30% referente à segunda parcela de um reajuste de 60% acertado no ano passado com o Thomaz Bastos, com o aval dos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Paulo Bernardo.

Para o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Marcos Vinício Wink o documento enviado à Federação é importante uma vez que ali o governo reconhece o compromisso com a categoria. “Outro dado fundamental para nós é o estabelecimento do prazo para que o governo federal encontre uma solução que encaminhe o cumprimento do acordo firmado conosco”, diz o presidente.

Diz o presidente da Fenapef que os policiais federais ficarão mobilizados e acompanharão o processo de negociação. “É certo que avançamos, porém os policiais federais ficarão mobilizados e atentos a qualquer sinal de retrocesso nas negociações”.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 2 de maio de 2007, 14h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.