Consultor Jurídico

Comentários de leitores

6 comentários

Vamos ver se essa gente agora se legaliza. Muit...

FRANZ (Funcionário público)

Vamos ver se essa gente agora se legaliza. Muitos brasileiros têm uma tara pelo ilegal. Enquanto o cidadão, o empresário honesto, que importa dentro da lei, paga tudo quanto é de tributo e quando o produto quebra, muitas vezes arca com o prejuízo usando do seu próprio bolso, o contrabandista não paga impostos, prejudica a economia, prejudica o governo, prejudica a sociedade (ao não contribuir) e não se responsabiliza por nada. Que o governo seja duro com essa gente: ou se legaliza ou cadeia.

No Brasil sempre uma lei, ou no caso presente, ...

Almir Melquíades da Silva (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

No Brasil sempre uma lei, ou no caso presente, uma MP, vai gerar muitas e calouradas opiniões divergentes. O Direito está parecendo cada vez mais com Economia, pois sempre tem opiniões diferentes e bem sustentadas, amparadas em princípios básicos. De certa forma, essa MP já é um avanço, assim como é o Supersimples.

Nem quando Sarney morrer aqui em Foz do Iguaçu ...

Rodrigo P. Martins (Advogado Autônomo - Criminal)

Nem quando Sarney morrer aqui em Foz do Iguaçu terá uma zona franca. Sou a favor das operações da Receita Federal que apertam o cerco ao contrabando, o que vê-se aqui na cidade é descabido, sabem e não fazem nada, fui no MP aqui da cidade reclamar da "vista grossa" dos PF e a atendente só não riu na minha cara porque saí indignado. "Mas o que você quer fazer?". Vontade de desistir dá, mas é isso que querem não é? Que de indignação passe para aceitação.

1 - Concordo,plenamente, com a sugestão do Dr. ...

A.G. Moreira (Consultor)

1 - Concordo,plenamente, com a sugestão do Dr. MMello : "criar 1 ZF em Foz" . Mas, como se sabe, o Governo brasileiro, sempre teve a prioridade de beneficiar os povos vizinhos, em detrimento do povo brasileiro !!! 2 - Foi, completamente, errada a notícia que o governo enviou, para a mídia : " o sacoleiro poderia importar, até, R$240.000,00/ano, com imposto de 25% . Agora, a RF informa que, ainda está dependendo de regulamentação ( ou ela anulou o ato governamental ou o governo informou errado ) !!! *** Entretanto, não se ILUDAM : A Receita Federal, não aceita os preços de promoção que você conseguir no Paraguay. A RF tributará você, pela tabela que ela tem ( cujos preços estão, sempre, acima, da realidade paraguaya ) !!! 3 - Tudo isto, que está sempre criado, é, exclusivamente, para atender "EMPRESÁRIO" . Mas, o 'SACOLEIRO" ( desempregado,sem assistência do Estado, que necessita sobreviver,comprando, alguma coisa, com menos impostos em outros país, para poder sustentar os seus filhos ) , aonde está contemplado, nesta medida do governo ? ? ? Porque não se isenta de impostos o "cidadão sacoleiro", nem que seja, em , até, R$1.000,00 por mês, nas compras feitas nos países vizinhos ????????

Beleza, vamos todos ser sacoleiros. Tudo iss...

Jose Antonio Schitini (Advogado Autônomo - Civil)

Beleza, vamos todos ser sacoleiros. Tudo isso para ajudar o Paraguai e colocar nosso presidente como liderança na América do Sul. O intercâmbio não é para fluxo de mercadorias do Paraguai para o Brasil, já que lá não se produz nada e sim da China para o Brasil. Seria mais interessante criar zonas de livre comércio nas regiões agrestes ou pobres deste país. Mais interessante ainda incrementar a produção de bugigancas em fundo de quintal tirando o Estado do lombo dos negócios e realmente simplificando a vida das pequenas e micros empresas e não o engodo que é o Simples Nacional que instituiu uma majoração disfarçada de todos os impostos. Crie-se uma isenção, empresas com até R$-30.000 mensais não são mais obrigadas a pagar impostos, com exceção das contribuições sociais descontadas em folha. Para constituir essas empresas bastaria apenas um requerimento enviado pelo correio e com formulário adquirido no mesmo onde o Cnpj é o próprio nº do impresso adquirido. É o documento vale o que está escrito, com isso a micro está pronta para operar. Nada mais, abaixo a burocracia escravagista!

Por que não criam uma Zona Franca em Foz do Igu...

MMello (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Por que não criam uma Zona Franca em Foz do Iguaçu ao invés dessa tributação?

Comentar

Comentários encerrados em 8/07/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.