Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Furto milionário

Assaltantes do Banco Central são condenados a 53 anos de prisão

Envolvidos no furto milionário ao Banco Central de Fortaleza (CE), em 2005, o cearense Antônio Edmar Bezerra e o paulista Marcos de França devem cumprir, cada um, 53 anos de reclusão em regime fechado. As sentenças são do juiz Danilo Fontenelle Sampaio, da 11ª Vara da Justiça Federal do Ceará. As informações são do portal G1.

No total, 11 pessoas receberam penas que variam entre três e 53 anos. O também paulista Leonel Moreira Martins foi absolvido por falta de provas. E Anselmo Oliveira Magalhães, conhecido como "Cebola", teve a punibilidade extinta depois de ter sido assassinado. Outros 22 acusados ainda aguardam sentença.

O furto ao Banco Central ocorreu em agosto de 2005. Foram levados R$ 164,7 milhões através de um túnel escavado a partir de uma empresa de fachada montada pela quadrilha a cem metros do BC. Até agora, menos de 20% do dinheiro foi recuperado pela polícia.

Revista Consultor Jurídico, 30 de junho de 2007, 18h05

Comentários de leitores

1 comentário

Uma pena alta por um crime, que se comparado a ...

Helena Fausta (Bacharel - Civil)

Uma pena alta por um crime, que se comparado a tragédia do garoto João Hélio, seus assassinos devem ser condenados à morte ou a prisão perpetua.

Comentários encerrados em 08/07/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.