Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mundo do trabalho

Anamatra premiará boas práticas de Direitos Humanos

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho organizou a 1ª edição do Prêmio Anamatra de Direitos Humanos. São três categorias que dará um prêmio de R$ 5 mil para cada. As inscrições vão até o dia 6 de setembro.

Apesar de não haver restrições de temas, o lema é "Trabalho na Perspectiva dos Direitos Humanos". Os resultados sairão em novembro e a cerimônia de premiação acontece em dezembro.

A primeira categoria é voltada para uma entidade não-governamental ou empresa, que desenvolva projetos que contribuam para a defesa dos direitos humanos na área de segurança pública, cidadania, inclusão social e educação não-formal.

Também haverá a categoria Judiciário Cidadão, que irá homenagear a atuação de pessoas ou instituição do Judiciário voltada para a garantia e promoção dos direitos humanos. O terceiro quesito é o de Imprensa, que dará o prêmio a um veículo, reportagem ou campanha publicitária.

Em conjunto, foi organizado o Concurso de Estatuetas para o Prêmio de Direitos Humanos, dirigido a estudantes de Artes Plásticas e Arquitetura. Quem desenhar o troféu receberá R$ 3 mil.

A inscrição poderá ser enviada por correio com a carta indicando a categoria do prêmio. Podem ser enviados qualquer tipo de material (CDs, DVDs, revistas, etc). No caso de monografias, elas devem seguir as normas da ABNT. Não há limites de projetos que podem ser enviados.

O endereço é SHS Qd. 06 Bl. E Conj. A, Sls. 602/608 – Ed. Business Center Park Brasil XXI Brasília/DF, CEP: 70316-000. Os telefones para contato são: (61) 3322.0266 / 3322.0720.

Leia as regras do prêmio

I. Disposições Gerais

A Anamatra institui o Premio Anamatra de Direitos Humanos 2007, que busca distinguir a ampla diversidade de atores e ações que são desenvolvidas no Brasil com o esforço e intenso comprometimento de pessoas físicas e jurídicas na promoção e defesa dos direitos humanos no mundo do trabalho. A Anamatra considera que a luta pelos direitos humanos deve incorporar a garantia da dignidade, igualdade e cidadania de homens e mulheres no universo do trabalho.

O Prêmio terá periodicidade anual e a premiação ocorrerá no mês de dezembro de cada ano.

II. Modalidades de Premiação

O Prêmio Anamatra de Direitos Humanos, nesta primeira edição, será concedido nas categorias abaixo listadas, dentro das quais haverá apenas um vencedor.

(1) Instituição: entidade não-governamental e/ou empresa brasileira de âmbito local, estadual ou nacional, que desenvolva projeto(s) que contribua(m) para a defesa dos direitos humanos, tais como projeto(s) na área de segurança pública, cidadania, inclusão social e educação não-formal.

(2) Judiciário Cidadão: atuação de pessoas ou instituição do Judiciário voltada para a garantia e promoção dos direitos humanos.

(3) Imprensa: veículo, matéria ou campanha publicitária.

III. Indicação e Avaliação dos Concorrentes

A Anamatra, por intermédio de sua Comissão de Direitos Humanos (CDH), atuará como observatório das ações e projetos desenvolvidos por instituições e/ou pessoas físicas e jurídicas, indicando aqueles que se destacarem durante o ano de 2007, para concorrerem ao Prêmio. Associados da Anamatra, Diretoria e presidentes das Amatras poderão indicar os trabalhos observados também durante o ano.

O Conselho de Representantes da Anamatra, mediante a indicação da CDH, elegerá o premiado de cada categoria. Instituições ou pessoas físicas e jurídicas poderão concorrer em apenas uma categoria, podendo ser considerado, na mesma, mais de um trabalho ou projeto.

Da mesma forma, os demais interessados poderão inscrever-se, enviando seus trabalhos, monografias, estudos e projetos a Anamatra via Correios em meio impresso e magnético (CD-Rom), até 6 de setembro de 2007 (data limite de postagem), para o seguinte endereço: SHS Qd. 06 Bl. E Conj. A, Sls. 602/608 – Ed. Business Center Park Brasil XXI Brasília/DF, CEP: 70316-000. Os telefones para contato são: (61) 3322.0266 / 3322.0720.

IV. Premiação

A divulgação dos indicados ao Prêmio dentro de cada categoria ocorrerá em novembro. A premiação será feita em dezembro. O primeiro colocado em cada categoria receberá R$ 5.000,00 (cinco mil reais), além do prêmio conceitual, que consiste em uma estatueta alusiva ao tema.

Revista Consultor Jurídico, 27 de junho de 2007, 15h36

Comentários de leitores

1 comentário

Deveriam também criar o prêmio abacaxi de ouro ...

José Carlos Portella Jr (Advogado Autônomo - Criminal)

Deveriam também criar o prêmio abacaxi de ouro para as práticas desumanas da Justiça do Trabalho. O primeiro agraciado seria certamente o juiz do Paraná que detesta havaianas!

Comentários encerrados em 05/07/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.