Consultor Jurídico

Comentários de leitores

103 comentários

Com todo o respeito que tributo aos Magsitrados...

Francisco Milton Rotband (Advogado Autônomo)

Com todo o respeito que tributo aos Magsitrados e ao Poder Judiciário, no meu humilde entender, é incompatível com a dignidade do Poder Judiciário a não prestação jurisdicional de forma célere. O Magistrado em comento, deixou de observar uma regra elementar de Direito.Uma das fontes formais do Direito são os USOS E COSTUMES. Direito Consuetudinário. Destarte,lá em Cascavél o traje usado pelo autor da ação é compatível com o local onde vive. Ademais, usar chinelos não é indígno, não é falta de respeito e sim necessidade ou humildade.Jesus usava sandálias e nem por isso foi indigno ou discriminado.Outrossim, não é o traje que dignifica o caráter ou a pessoa, haja vista que os maiores bandido e estelionatário desse nosso generoso Brasil,usam paletó e gravata e por isso são bem recepcionados onde chegam.

gostaria muito de saber, qual o traje apropriad...

carranca (Bacharel - Administrativa)

gostaria muito de saber, qual o traje apropriado p/ ser recebido pelo ilustre juiz Bento Luiz de Azambuja Moreira, da 3ª Vara do Trabalho de Cascavel (PR), talvez naum seja o traje em si mas, as griffe's... caso , o reclamante, vestido fosse de bermuda armani; cuecas pierre cardin; chinelas de chinchila e, camisa de seda indiana, quem sabe... tanta coisa importante p/ se preocupar e, usa-se expedientes absurdos, alienados e, insanos p/ travar cada vez mais o sistema... bem dito, em comentario anterior, maquiavel ainda efetuada lavagem cerebral

O "não" lembrou muito bem, provavelmente o dito...

Só a Verdade (Outros)

O "não" lembrou muito bem, provavelmente o dito cujo "o bento", deve ser um bom seguidor de entendimentos religiosos, pois se assim for, deve ter seguido Pilatos ao judar na crucificação de Jesus, por este estar de sandálias e provavelmente, e de dedos também. Caso alguém que ora lê este e conhecer o pai do dito cujo, pergunte a ele se hoje ele teria a mesma coragem de colocar o nome desta anta de "Bento"

O QUASE NOBRE VAI BATER O RECORDE DE COMENTARIO...

não (Advogado Autônomo)

O QUASE NOBRE VAI BATER O RECORDE DE COMENTARIOS. - É AQUELA MÁXIMA - FALE BEM OU FALE MAU, MAS FALE SEMPRE DE MIM. == ISSO É FRUTO DE UMA GRANDE FAMÍLIA ==

Perguntar não ofende: CADÊ OS DEFENSORES DOS DI...

toca (Professor)

Perguntar não ofende: CADÊ OS DEFENSORES DOS DIREITOS HUMANOS? SENADOR SUPLICY, HÉLIO BICUDO E OUTROS TANTOS DEFENSORES DE DIREITOS HUMANOS (DE BANDIDOS) DÊM O AR DE SUA GRAÇA. SE MANIFESTEM SOBRE ESTE EPISÓDIO LAMENTÁVEL. COBREM A ADOÇÃO DE MEDIDAS SEVERAS OU OS EXCELENTÍSSIMOS ACHAM QUE SOMENTE MERECE SER DEFENDIDO O DIREITO "HUMANO" DOS BANDIDOS QUE SÃO MORTOS DENTRO DA PRISÃO?

EXELENCIA FAÇA-ME RIR. - COM PATRÃO DO TIPO EST...

não (Advogado Autônomo)

EXELENCIA FAÇA-ME RIR. - COM PATRÃO DO TIPO ESTADO É MUITO ACEITAVEL/TOLERAVEL. - REIS DO PASSADO TAMBEM REJEITARAM/CRUCIFICARAM JESUS CRISTO POR MUITO MENOS.

BENTO LUIZ DE AZAMBUJA MOREIRA tu és indigno at...

toca (Professor)

BENTO LUIZ DE AZAMBUJA MOREIRA tu és indigno até do pão que comes, quanto mais para ocupar o cargo que ocupa, sendo pago pelo nosso suado dinheirinho. O dinheiro dos que calçam sandálias e que se vestem com trapos "incompatíveis" para frequentar um ambiente luxuoso e que só deveria ser frequentado por ricos, milionários, vestidos com roupas das melhores grifes italianos e calçados com o mais cobiçado cromo alemão, pois só mesmo estes têm "direito" a Justiça neste País. Que pena que temos que ser espectadores de tantos absurdos. Que pena que tenhamos que trabalhar quase seis meses por ano para bancar este "tipinho de gente" feito este "juizinho" de araque, acometido, como a maioria de seus colegas (ou comparsas) de uma doença incurável conhecida como juizite crônica. Penso que há algo de muito errado nos critérios de admissão destes funcionários públicos privilegiados em todos os sentidos, pois parece que não estão sendo submetidos ao exame de sanidade mental. E se outra for a explicação para o vil comportamento deste "elemento" que deve se trajar somente de Ternos Armani e calçar sapatos de Cromo Alemão deveria ser banido do já tão apodrecido Poder Judiciário, pois um sujeito como este não tem a capacidade de julgar ninguém.

É a velha históia: olhou para os pés e se esque...

Luís da Velosa (Bacharel)

É a velha históia: olhou para os pés e se esqueceu da Ação. É, o juiz tem razão, o Judiciário não merece isso...

Ao contrário do que diz a ata da audiência, é o...

ODAIR (Procurador da Fazenda Nacional)

Ao contrário do que diz a ata da audiência, é o Judiciário (ou ao menos este juiz) que é indigno de julgar uma causa onde figura esse ilustre brasileiro desconhecido, que talvez não tenha condições sequer de se alimentar ou morar dignamente, quanto mais calçar-se da forma que sua excelência entende. LAMENTÁVEL, SOB TODOS OS ASPECTOS. CADÊ O CNJ, A CORREGEDORIA, O MINISTÉRIO PÚBLICO?

Já pensaram se no Pronto Socorro fosse exigido ...

Ezac (Médico)

Já pensaram se no Pronto Socorro fosse exigido trajes descentes aos juizes para serem atendidos? Sr Juiz, de que país o sr. veio? Onde está escrito na lei processual o que é um traje descente para as partes? Acorda para a realidade brasileira...

Penso que os exames psicotécnicos para admissão...

wesleyrp@gmail.com (Advogado Assalariado)

Penso que os exames psicotécnicos para admissão de juízes deveria ser mais rigorosos. Infelizmente (ou felizmente) esse colendo juiz nunca precisará ir aos tribunais para pleitear verbas trabalhistas, pois este deve ser o seu primeiro (e único) labor. O pobre que espera 2 meses para a próxima audiência...e compre sapatos!

Ei, pssiiuuuu!!!! Dr. Juiz, desce do pedestal.....

Matusa (Delegado de Polícia Estadual)

Ei, pssiiuuuu!!!! Dr. Juiz, desce do pedestal.. quem sabe se o Sr. Julgar a ação deste pobre senhor ele possa comprar um calçado decente para ir à Justiça

Ei, pssiiuuuu!!!! Dr. Juiz, desce do pedestal.....

Matusa (Delegado de Polícia Estadual)

Ei, pssiiuuuu!!!! Dr. Juiz, desce do pedestal.. quem sabe se o Sr. Julgar a ação deste pobre senhor ele possa comprar um calçado decente para ir à Justiça

O juiz está certo. Realmente fere a dignidade...

Jaderbal (Advogado Autônomo)

O juiz está certo. Realmente fere a dignidade da justiça litigar com pobre. O pobre é que compre um calçado digno, aliás, penso que deveria ser obrigado a comprar terno. Isso provavelmente acabaria com essas lides por valores ínfimos, pois o pobre, mais do que ninguém está acostumado a fazer seus cálculos de relação custo-benefício e, obviamente, nem incomodaria a Justiça. Além dos prédios públicos ficarem mais "clean", haveria um abrupto desafogo do Judiciário. O efeito disso a longo prazo seria ainda mais benéfico: o pobre, por não receber o que lhe seria devido, tende a morrer mais rápido, de fome ou de doença, o que diminuiria a pobreza e, de quebra, salvaria a Previdência Social. Parabéns, Dr. Bento Luiz de Azambuja Moreira, é de homens de bem como V. Sa. que o Brasil precisa.

Sandálias da humildade neste juiz

magdames (Advogado Assalariado)

Sandálias da humildade neste juiz

Agora já sabemos: temos que vestir Armani para ...

José Carlos Portella Jr (Advogado Autônomo - Criminal)

Agora já sabemos: temos que vestir Armani para sermos bem-vistos pela Justiça!

Meu Deus, o Poder Judiciário é puro acinte!

José Carlos Portella Jr (Advogado Autônomo - Criminal)

Meu Deus, o Poder Judiciário é puro acinte!

Sem querer contrariar os colegas comentaristas,...

Maurício Rodrigues (Bacharel - Trabalhista)

Sem querer contrariar os colegas comentaristas, diria que o conceito de dignidade é relativo e muito pessoal. Porém, o que se estranha no processo e que merece uma averiguação de parte da OAB/Paraná é que o advogado do reclamante é inscrito na OAB/TO. É compreensível e lógico quando um advogado de outra distante UF viaja para defender reclamada, mas não para defender reclamante (ingressar com ação, comparecer em audiências, etc...) tão humilde como parece ser o caso em tela. De nada adianta a OAB/Paraná ter o Exame de Ordem mais difícil do País, se permite que inscritos em outras UF exerçam a advocacia sem limitação.

Dignidade!!! É aquele ditado!!! O que vem de...

Ramos (Contabilista)

Dignidade!!! É aquele ditado!!! O que vem de baixo não me atinge ou O que vem do baixo não me atinge? Mateus Leitor indignado!

Felizmente são poucos os juízes do trabalho com...

João Luís V Teixeira (Advogado Sócio de Escritório - Trabalhista)

Felizmente são poucos os juízes do trabalho com tal comportamento. O duro é que toda a Justiça do Trabalho acaba sendo exposta, negativamente, por fatos absurdos como esse. Há que haver punição exemplar para referido magistrado, até mesmo para que se evitem fatos semelhantes.

Comentar

Comentários encerrados em 29/06/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.