Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

A formalidade deveria existir na conduta de que...

Helena Fausta (Bacharel - Civil)

A formalidade deveria existir na conduta de quem está lá dentro para nos servir. Obs.Antigamente um homem educado respeitosamente retirava o chapéu da cabeça para entrar em nossa casa. ANTIGAMENTE.

Daqui a pouco será estabelecido que se pode ir ...

futuka (Consultor)

Daqui a pouco será estabelecido que se pode ir ao plenário do legislativo com qualquer vestimenta representativa de sua região, bem, o futuro aos jovens pertence não é!?..boné, camiseta, calça jeans (se vacilar..um bermudão) e por ai vai..kilegal!!! "..e bola pra frente daí a moda pega logo pô!"

Mas por que proibiram esse senhor de usar chapé...

Frederico Flósculo (Professor Universitário)

Mas por que proibiram esse senhor de usar chapéu (de couro) ? Tem alguma coisa a ver com o deco(u)ro parlamentar ? Mas traçar as jornalistas que "dão a maior cobertura" no Congresso, pode ?

Usar chapéu, que é uma vestimenta, não pode ser...

allmirante (Advogado Autônomo)

Usar chapéu, que é uma vestimenta, não pode ser nem proibido, sequer julgado. Vai ver que se o requerimento fosse para ño verão usar calção, ou mesmo cueca, encontraria quem se dispusesse a julgar tão importante efeméride.

Não tem o que fazer esse deputado ocupando o ST...

boan (Contabilista)

Não tem o que fazer esse deputado ocupando o STF com mesquinharia. Aliás os membros da Suprema Corte deveriam fazer uma garimpagem nos assuntos a serem julgados- chapéu, galinha, cachorro, vizinhos, batida de veículos e outros assuntos irrelevantes para a nação. há que se ocupar com assuntos que promovam o crescimento do país e não mesquinharias.

Ficamos assim: usar chapu dentro do plenario é ...

gilberto prado (Consultor)

Ficamos assim: usar chapu dentro do plenario é proibido, mas, roubar,praticar a corrupção, transformar a casa em portal das meretrizes é valido. O resto é perfumaria barata dos homens da cpa preta

Desculpem: confundi Mão Branca com Mão Santa. T...

Embira (Advogado Autônomo - Civil)

Desculpem: confundi Mão Branca com Mão Santa. Tem tanta mão nesse Legislativo!

Seria o caso de perguntar ao Mão Santa por que ...

Embira (Advogado Autônomo - Civil)

Seria o caso de perguntar ao Mão Santa por que ele faz questão de usar chapéu: é uma questão estética, de costume, de uso regional, como a bombacha e a guaiaca, ou uma simples extravagância. Os crupiês de cassinos usam uma viseira para evitar a irritação dos olhos com a luz, acredito. Eu vivo de boné, porque tanto a luminosidade do sol, quanto as luzes fluorescentes, irritam-me a vista. Seria interessante se cada deputado ou senador pudesse usar seus acessórios regionais: bombachas, chapéus de couro, etc. Isso não prejudicaria os trabalhos da casa, como não os prejudicou a dança da deputada federal Angela Guadagnin, do PT. Tampouco, o recente bate-boca entre Aloísio Mercadante e Tasso Jereissate prejudicou os trabalhos do Senado. Em países asiáticos costumam ocorrer brigas, arremesso de objetos e outros entreveros entre parlamentares, que não causam protesto dos eleitores. O importante é que os parlamentares trabalhem; se brigam ou dançam no plenário, é questão de somenos. Não devemos sacralizar as casas legislativas. Agora, Mão Santa, com ou sem chapéu, é uma figura. Outro dia ele chamou a atenção de Marcelo Crivela que falava ao celular: olha lá Crivela, se no Judiciário alguém fala no celular durante o discurso de um colega.

Comentar

Comentários encerrados em 27/06/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.