Consultor Jurídico

Notícias

Estado policial

Operações mostram que lei dos grampos caiu no esquecimento

Comentários de leitores

  • Página:
  • 1
  • 2

29 comentários

Acredito que a lei deva ser mudada, principalme...

Shark (Servidor)

Acredito que a lei deva ser mudada, principalmente na relevância do fato a ser investigado e no rol de autoridades que tem competência para requisitar o grampo de conversas telefônicas. Mudada a lei resolvido estarão os problemas de escuta telefônica no país.

Ora, póis,pois. Somente amadores usam telefones...

L_skywalker (Estudante de Direito)

Ora, póis,pois. Somente amadores usam telefones não criptografados. A tecnologia da criptografia logo se dissemina e daqui a pouco a PF pode grampear quem ela quiser (a única coisa que vai pegar é ruído). Confiem mais na tecnologia e menos no direito. O resultado é melhor.

A pf, como qualquer outro órgão, não pode de fo...

glindolfo (Servidor da Secretaria de Segurança Pública)

A pf, como qualquer outro órgão, não pode de forma alguma, dispor indiscrimnadamente da privacidade das pessoas. A escuta está banalizada. Lembremo-nos do que disse Voltaire:" a injustiça praticada contra um é uma ameaça para todos".

Diante disso: .."Polícia Federal arruma a su...

futuka (Consultor)

Diante disso: .."Polícia Federal arruma a sua saída para não precisar justificar o exagero no uso de grampos e do temido Guardião — equipamento usado pela PF com capacidade para grampear centenas de telefonemas.".. Pergunto: - Qual a técnica (ou tecnologia) utilizada para ESCUTAR tantos "grampos"? - Quem decide quais são os "orgãos" que devem utilizar tal técnica (ou tecnologia), ou seja, que nível têm os "agentes" que ESCUTAM? Afinal "escutar" um aparelho telefônico interceptado carece de muita sensibilidade, educação e personalidade, pois, UM "grampo" não é fácil ser acompanhado, DOIS é complicado e TRES quase impossível ao mesmo tempo. Tem que haver uma BOA, digo excelente Equipe de "agentes" interagindo num tempo real! Bem, mais me parece que nos dias atuais como dizem alguns profissionais "nestas bandas" o "buraco" é mais embaixo, a banalização das estratégias utilizadas para a escuta telefônica está uma verdadeira "fanfarronice"! ALGO TEM QUE SER FEITO URGENTE. QUE LEGALIZE-SE O GRAMPO ATRAVÉS DAS MEDIDAS JUDICIAIS ESTÁ CERTO, PORÉM OS AGENTES INVESTIGADORES TÊM QUE SER PROFISSIONALIZADOS E ESTAREM MUITO MAIS PREPARADOS TÉCNICAMENTE QUE OS ATUAIS QUADROS. Esta é a minha humilde opinião, inserida algumas interrogações.

no momento atual é plausivel o trabalho da pf, ...

pastor eneas (Estudante de Direito - Civil)

no momento atual é plausivel o trabalho da pf, pergunta-se como fica as questões dos inocentes? já que o judiciario é muito lento nas ações, uma vez que fique provado a inocencia, o carater, a moral a dignidade e honradez da pessoa que teve a sua privacidade violada. como reparar esse erro juridicamente. uma vez que aqueles que de fato tem justificados `a investigação. mais não conhecemos fatos concretos em que cominou em pena para os investigados.

no momento atual é plausivel o trabalho da pf, ...

pastor eneas (Estudante de Direito - Civil)

no momento atual é plausivel o trabalho da pf, pergunta-se como fica as questões dos inocentes? já que o judiciario é muito lento nas ações, uma vez que fique provado a inocencia, o carater, a moral a dignidade e honradez da pessoa que teve a sua privacidade violada. como reparar esse erro juridicamente. uma vez que aqueles que de fato tem justificados `a investigação. mais não conhecemos fatos concretos em que cominou em pena para os investigados.

O Brasil é, efetivamente, uma País sui generis....

César Augusto Moreira (Advogado Sócio de Escritório)

O Brasil é, efetivamente, uma País sui generis. O Poder Juduciário autoriza escutas telefônicas sem qualquer critério. Aliás, em alguns casos o próprio Poder Juduciário incentiva a Polícia e realizar as escutas. Conheço uma ação penal na qual restou provado que a Polícia lançou escutas e diversos orelhões de um bairro e ouvia a conversa de todas as pessoas que se utilizavam dos orelhões e que tratavam dos mais diversos assuntos. O Poder Judiciário tanto não observa as disposições legais para autorizar escutas telefônicas que, mesmo com a expressa determinação de que só podem ser autorizadas no curso de inquéritos policial e/ou de investigações criminais, escutas são autorizadas em atendimento de pedidos lançados em oficios de uma lauda, desecompanhados de qualquer elemento, por mínimo que seja. O despacho de autorização de escuta está sempre pronto e tem sempre o mesmo teor, mudando somente o número do ofício apresentado. Vamos ver como o Poder Judiciário passará a se comportar com a captação de conversas de seus membros em diversos "grampos", algumas conversas tratando de assuntos intimos e pessoais, e outras tratando de práticas criminosas das quais os magistrados têm participado. Aguardemos.

A questão é, na hora de pagar as reparações civ...

Ramiro. (Advogado Autônomo)

A questão é, na hora de pagar as reparações civis pela destruição da imagem e da honra, quando condenado o Estado, apelará para os precatórios? http://www.cidh.org/comissao.htm Recomento no documento abaixo artigo 24, inciso 2, alínea c E no Senado estão querendo aprovar um projeto que bate de frente com a Convenção acima, que pela PEC 45/2004 tem força de emenda constitucional. Pela nova lei que querem aprovar dos precatórios, quem for vítima de ilegalidade, ganhando em todas as instâncias vai ter que leiloar descontos para os seus precatórios. Avança-se contra a Constituição, Direito Internacional e ainda favorecem a farra das ilegalidades.

Informação é poder. O judiciário está refém dos...

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Informação é poder. O judiciário está refém dos arapongas. A ditadura vem aí...

Lei do grampo? Brincadeira!

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Lei do grampo? Brincadeira!

A histório mostrará que um dia esses ditos pala...

HERMAN (Outros)

A histório mostrará que um dia esses ditos paladinos grampeadores transformados em réus. Veja que desde 2003, tenho peticionado antecipando tudo que ocorreu em relação aos grampos e, vou continuar.

Tem alguém ganhando muitíssimo dinheiro com os ...

HERMAN (Outros)

Tem alguém ganhando muitíssimo dinheiro com os grampos. São contratados sem licitação e, por um valor de R$10.000,00, o pacote mensal de 10 telefones, sem contar o custo de implantação do sistema que varia de R$ 500.000,00 a R$ 1.000.000,00. Tem interesse de gente graúda neste tipo de operação. Onde se tem interesse econômico tem "corrupção", ou algém duvida?

Ademais, dizer que policia forte e processo que...

caiçara (Advogado Autônomo)

Ademais, dizer que policia forte e processo que prime pela verdade são instituições "facistas" beira a ignorância, afinal o berço da democracia moderna (os EUA) e países de longa tradição legalista, como a Inglaterra, privilegiam tais intitutos e, inequivocamente, não podem ser considerados facistóides.

O que acontece é que no Brasil deve prevalecer ...

caiçara (Advogado Autônomo)

O que acontece é que no Brasil deve prevalecer a forma sobre o conteúdo. Não interessa a verdade, não interessa se crimes estão sendo cometidos, mas que as amarras da Lei brequem a atividade policial para que as verdades não apareçam. A verdade real já não interessa, principalmente àqueles agentes (legais e criminosos)a quem a elucidação da mesma poderia trazer eventuais punições. Salve o procedimento, abaixo o objeto! É o que gritam os inimigos da verdade e da sociedade.

O que acontece é que a lei foi mal redigida. ...

Luismar (Bacharel)

O que acontece é que a lei foi mal redigida. A lei diz: "se não houver outra maneira de investigar". Ora, alguns podem entender que SEMPRE há outra maneira de investigar; logo, a interceptação telefônica NUNCA é cabível. Já outros podem entender que NUNCA há outra maneira de investigar; logo, a interceptação telefônica SEMPRE é cabível. E entre esses dois extremos, milhares de outras interpretações. O legislador brasileiro é o primeiro a confundir e às vezes dá a impressão que é de propósito.

O comentário do Sr. Jaderbal é muito sensato.

Elvys Barankievicz (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

O comentário do Sr. Jaderbal é muito sensato.

Para não esquecermos: AVANTE PF! AVANTE MPF...

Armando do Prado (Professor)

Para não esquecermos: AVANTE PF! AVANTE MPF! Tremei chicaneiros e colarinhos bracos!

O que me frustra é ler aqui neste espaço, em te...

Jaderbal (Advogado Autônomo)

O que me frustra é ler aqui neste espaço, em tese, jurídico que a lei deveria ser desrespeitada. Senhores, mesmo que escrevam sob pseudônimo, preservem sua imagem! O critério que escolhem deverá ser único! Quem é a favor do desrespeito à lei, despreza a Constituição, despreza todas as conquistas políticas obtidas com sangue de muita gente! E,. para os pragmáticos de plantão, nunca é demais lembrar: prova obtida ilicitamente não vale nos tribunais. Uma sugestão democrática: você é a favor do uso do grampo diferentemente do que preconiza a lei? Lute por isso, mande um e-mail para seu deputado, faça campanha. Ou então, lute pelo fim do estado de direito. Informe-se sobre o ideário fascista e talvez conclua que o fascismo é exatamente aquilo que você sempre sonhou: uma polícia forte, com amplos poderes e que o respeito à lei é coisa de fracos e maricas, que devem ser todos exterminados.

A HIPOCRISIA IMPERA : Quem , resiste , impun...

A.G. Moreira (Consultor)

A HIPOCRISIA IMPERA : Quem , resiste , impune, a uma câmera e escutas, permanentes ??? Os crimes , são crimes, independentemente das dimensões !!! Eu nunca vi, nenhum, membro do MP, da PF, Advogados, e outros, (paladinos da justiça), entregar um filho à justiça, quando constatou que ele cometeu um delito, um crime, ou uma contravenção !!! Quantos proprietários de imóveis, pagaram os impostos e taxas, pelos valores, reais ??? Quantos "moralistas" , "santinhos" e honestos, pagaram o DÍZIMO à sua Igreja, sem passar a sua Igreja e seu Deus, para trás ???? O INFERNO está cheio de Hipócritas ! ! !

Vamos endurecer a Lei das Escutas Telefônicas, ...

José Cláudio (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Vamos endurecer a Lei das Escutas Telefônicas, limitando os crimes em que pode ser usada e reduzindo o prazo de interceptação. E VIVA O CRIME! VIVA A IMPUNIDADE! Por outro lado, vamos continuar colocando na cadeia apenas ladrão de galinha. Esse não usa o telefone!

  • Página:
  • 1
  • 2

Comentar

Comentários encerrados em 25/06/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.