Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Boas maneiras

Celso Limongi decide que Justiça de São Paulo vai reciclar lixo

Por 

O Judiciário paulista produz, somente na capital, mais de 620 mil litros de lixo por dia. Desse total, 80% é formado por material que pode ser reciclado, como papel, por exemplo. O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Celso Luiz Limongi, resolveu dar o exemplo e determinou o uso de material reciclável em todas as unidades de trabalho da Justiça.

A partir de agora, o tribunal instituiu como padrão a compra de material reciclado como papel para reprografia, capas de autuação, fichas, cartões, envelopes, caixas para arquivamento de processos e outros materiais. Até mesmo o material já usado será reaproveitado.

A medida vai reduzir a quantidade de lixo em cerca de 500 mil litros por dia, uma montanha de papel e de jornais que não são reaproveitados pela instituição.

O TJ paulista já possui alguns itens em seu estoque de materiais adequados à nova norma, como capas de processos e fichas, confeccionados com 75% de material reciclável. Outros itens ainda poderão ser disponibilizados com material não reciclável até a finalização de contratos vigentes.

A proposta é que ao final dessas etapas o Tribunal passe a comprar os produtos recicláveis, e, na impossibilidade, o setor interessado no material deverá justificar tecnicamente. A aquisição, nesse caso, precisará de autorização da Presidência.

Mão na massa

Esta semana começou o teste piloto da disponibilidade do Diário Oficial on line. A previsão é por fim na compra de centenas de exemplares dos Diários Oficiais do Executivo, da Justiça e do Município. A mudança vai provocar alívio nos cofres do Judiciário e trazer uma nova mentalidade do uso da internet.

O Diário da Justiça eletrônico está disponível no endereço www.dje.tj.sp.gov.br para consulta 24 horas. Novas edições são publicadas às 6 horas dos dias úteis. O diário eletrônico publica atos judiciais e administrativos do tribunal, de suas secretarias e departamentos.

O novo modelo vai liberar funcionários que são usados na distribuição do jornal impresso. Esses servidores serão remanejados a outras atividades relacionadas ao andamento processual. Em junho serão publicados todos os cadernos para avaliação do conteúdo e formatação.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 1 de junho de 2007, 11h22

Comentários de leitores

1 comentário

Se levar isso a sério vai ter que se desfazer d...

Connor MacLeod (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Se levar isso a sério vai ter que se desfazer de vários membros.

Comentários encerrados em 09/06/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.