Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Limite em remuneração

Supremo suspende salário de servidores paulistas acima do teto

A ministra Ellen Gracie, presidente do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a execução da decisão do Tribunal de Justiça paulista que garantia a manutenção de verbas superiores ao teto constitucional previsto para servidores públicos.

O estado de São Paulo alegou ser da competência do Supremo a análise do pedido de suspensão, por se tratar de matéria exclusivamente constitucional. Sustentou, ainda, a ocorrência de grave lesão à ordem pública e à economia pública, porque o acórdão viola dispositivos da Constituição Federal e, caso fosse cumprido, a Fazenda estadual teria um gasto suplementar de R$ 716,6 milhões por ano.

A ministra Ellen Gracie atendeu o pedido de suspensão por entender demonstrada a grave lesão à ordem pública, porque “o acórdão impede, em princípio, a aplicação de regra constitucional”. Para a ministra, também ficou demonstrada a possibilidade de grave lesão à economia pública, pois as despesas em questão poderão comprometer a execução orçamentária estadual.

Finalmente a presidente do Supremo ressaltou que a manutenção da decisão do TJ-SP poderá ocasionar o denominado “efeito multiplicador”, pois existem outros servidores em situação potencialmente idêntica àquela dos autores.

STA 140

Revista Consultor Jurídico, 31 de julho de 2007, 18h47

Comentários de leitores

1 comentário

Não acredito , será que o corregedor do ministé...

Dirceu Lopes Machado (Investigador)

Não acredito , será que o corregedor do ministério público de São Paulo - que ganha mais de r$50.000.00 mensais - vai ficar sem essa bolada ?

Comentários encerrados em 08/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.