Consultor Jurídico

Notícias

Caso do DVD

Judiciário, imprensa e políticos tiram a paz de Vinhedo

Comentários de leitores

8 comentários

É extremamente comum relações suspeitas entre p...

acs (Advogado Assalariado)

É extremamente comum relações suspeitas entre prefeitos e juízes como também patrimônio injustificado de promotores e juízes em todo o Brasil e o fato de Juízes e promotores ,de fato, estarem acima da lei é a maior aberração desse país.

A história está bem mal contada, e parte da cul...

M.P. (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

A história está bem mal contada, e parte da culpa desta bagunnça é que demora muito tempo para se cassar um político e, mais do que tudo, para prendê-los.

A notícia ficou aquém, muito aquém do que poder...

Michael Crichton (Médico)

A notícia ficou aquém, muito aquém do que poderia ter sido. O repórter teve tempo de sobra para se dedicar ao assunto e pariu um artigo muito superficial, dando margem a comentários que não guardam relação com os fatos, como o feito abaixo. Pelo que sei, a prisão do prefeito tinha sido decretada muito tempo atrás e não agora há pouco. Lamentável.

A notícia não choca o povo de um País em que ma...

João Bosco Ferrara (Outros)

A notícia não choca o povo de um País em que mazelas dessa natureza são quase quotidianas. O que choca é o TJ de São Paulo não ter afastado o juiz, pelo menos da comarca. Ainda pior é admitir que ele possa atuar em casos mandando prender preventivamente pessoas que estão no embate. No mínimo tais decretos são nulos pela probabilidade de estarem fundados em motivações pessoais do juiz, encobertas por fundamentos construídos para lhes dar aparência de legalidade. Penso que qualquer juiz, promotor ou outro agente público em tais circunstâncias está IMPEDIDO de atuar nos casos que possam envolver sujeitos com potencial influência política ligados aos que estão diretamente vinculados aos fatos relatados.

Digo, reclamante .

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Digo, reclamante .

Corrigindo, porque fiz ocomentário e logo...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Corrigindo, porque fiz ocomentário e logo a seguir copiei e colei contendo um erro. Na verdade, no exame de DNA foi constatado que a criança verdadeiraemnte não era dos pais biológicos, isto é, não era da mãe reclamane. Corrijo tempo. veja-se o interregno temporal.

As confusões ocorridas nas pequenas cidades...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

As confusões ocorridas nas pequenas cidades só passam a ser conhecidas e a ganhar notoriedade quando saem no fantástico ou qualquer outro jornal midiático. Lembram-se do recente caso dos vereadores na cidadezinha de Porto Ferreira? O delegado da época prendeu várias pessoas, algumas delas vereadores da cidade, sob a acusação de corrupção de menores, formação de quadrilha , favorecimento . Foram acusados de corromper menores em chácaras e "ranchos" da cidade. O que ocorre é que o delegado prendeu, o promotor denunciou e a juíza da época condenou, alguns a penas superiores a 40 (quarenta) anos de reclusão. O Tribunal de Justiça reformou as condenações. Subtraídos os fuxicos descabidos e mantida a incolumidade do judiciário e igualmente a do ministério público, e sem jogar farpas no delegado de então, a verdade é que se fez o maior estardalhaço em torno do caso, e o Delegado de Polícia de então, do PT, foi candidato a prefeito logo a seguir, ganhando as eleições e sendo o prefeito atual de Porto Ferreira. Na mesma cidadezinha, o promotor atuou acompanhando policiais em "diligências" de busca em prédio da Prefeitura Municipal, conduzindo à delegacia funcionário público sem qualquer flagrante ou sem qualquer mandado de busca e apreensão. O promotor foi para a delegacia juntamente com os policiais e o funcionário público conduzido, dentro da mesma viatura policial que fazia a condução. Lá, na mesma Porto Ferreira, uma mãe compareceu no gabinete do ministério público dizendo que no Hospital Dona Balbina haviam trocado a sua criança. Fez-se um estardalhaço,inclusive com a prisão de um médico. Tempos depois, com os exames de DNA, concluiu-se que a criança que estava com a mãe reclamante era sim verdadeiramente sua.

A pequena Vinhedo, onde hoje reside o ex-minist...

Embira (Advogado Autônomo - Civil)

A pequena Vinhedo, onde hoje reside o ex-ministro José Dirceu, tem sido palco de grandes maracutaias. Recentemente, o prefeito João Carlos Donato (PL) foi acusado de fazer acordo ilícito com a Planam (caso das ambulâncias, ou sanguessugas). Em 23 de novembro de 2005 a Folha de São Paulo publicava: “O ex-prefeito de Vinhedo e ex-presidente da Região Metropolitana de Campinas Miltom Serafim (PSDB) e dois ex-secretários dele na prefeitura foram presos ontem. Eles respondem a processo por formação de quadrilha e concussão (extorsão praticada por agente público). Eles foram detidos acusados de orientar uma testemunha no processo e de ameaçar um dos promotores envolvidos na investigação. O grupo é acusado de cobrar "caixinha" para aprovar novos loteamentos na gestão do tucano na cidade de 2001 a 2004. O esquema, segundo o Ministério Público, movimentou cerca de R$ 5 milhões. "Recebemos uma fita cassete na qual o secretário [Marcos Ferreira Tosca, de Obras] orienta uma testemunha do processo e faz uma ameaça a um promotor", disse o promotor Rogério Sanches Cunha. Eles foram encaminhados para uma penitenciária em Sorocaba.”

Comentar

Comentários encerrados em 5/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.