Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cenário eleitoral

TV Justiça exibe documentário sobre construção e democracia

A TV Justiça começa a exibir, nesta sexta-feira (20/7), às 20h30, uma série de quatro documentários sobre as eleições do ano passado. A série Eleições 2006 — A Construção da Democracia lembra os dez anos da votação eletrônica no país, registra bastidores do processo eleitoral e mostra por que o sistema eleitoral brasileiro se tornou referência para outros países. Um modelo capaz de totalizar mais de 85 milhões de votos em pouco mais de duas horas de apuração.

O primeiro documentário: 10 Anos — Urna Eletrônica também será exibido nesta sexta-feira (20/7) e nos dias 22 e 23, às 9h e 16h, respectivamente. O filme enfoca os dez anos de uso da urna eletrônica no Brasil. Em 1996, estréia das máquinas, o voto eletrônico alcançou 32,4% da população: 32.478.153 dos 100.169.609 aptos a votar. Somente a partir do pleito municipal de 2000 a urna chegou a todos os brasileiros.

Com depoimentos de eleitores e técnicos, a produção lembra como era antes, com o uso das cédulas, e como ficou depois, com a votação eletrônica. De 1986, ano do recadastramento, a 2006, tempo das urnas com leitor biométrico, profissionais da Justiça Eleitoral relatam suas experiências ao longo desses dez anos e comentam os resultados alcançados.

Papel da instituição

Em outro documentário, intitulado Justiça eleitoral, uma professora fala com os alunos sobre o papel da instituição, momentos antes da eleição para representantes de turma. O vídeo também recorre à história do Brasil para acompanhar o voto de um descendente da família Real, em Petrópolis (RJ), e as eleições na pequena cidade de Marechal Deodoro, em Alagoas, terra natal do primeiro presidente da República. Este documentário irá ao ar nos dias 27 (20h30), 29 (9h) e 30 de julho às 16h.

A produção explica a atuação da Justiça Eleitoral, desde a preparação até a realização das eleições, e também mostra o que ela faz em anos não eleitorais, retratando as atividades do TSE, dos Tribunais Regionais e dos cartórios eleitorais.

Mínimos detalhes

O vídeo 72 horas será exibido nos dias 3 (20h30), 5 (9h) e 6 (16h) de agosto. Este documentário mostra o que acontece nesse período precedente ao dia da votação. Com depoimentos de eleitores, o vídeo reproduz cada ato executado entre sexta-feira e domingo de votação. Despontam curiosidades, como o transporte das urnas até rincões do Brasil e a determinação de uma gestante, presidente de uma seção eleitoral no interior de Minas Gerais.

Na sexta, vê-se o trabalho de fiscalização da propaganda eleitoral nas ruas de diversas cidades brasileiras. No sábado, há o transporte e a entrega das urnas, a votação paralela (de combate às fraudes) e o envio de forças federais para reforçar a segurança. No domingo, acompanha-se os trabalhos de uma seção, desde a abertura até o encerramento, incluindo a substituição de urnas defeituosas.

O resultado final foi divulgado pelo presidente do TSE, ministro Marco Aurélio, às 19h30 – um recorde, quando 4.900 votos foram totalizados por segundo.

Balanço 2006

Outro vídeo que faz parte da série é a produção Balanço 2006, que irá ao ar nos dias 10 (20h30), 12 (9h) e 13 (16) de agosto. O filme avalia a atuação da Justiça Eleitoral no ano passado. Depoimentos de eleitores e de servidores constroem um panorama da instituição, que tem as atividades comparadas às de uma empresa, preocupada em satisfazer os quase 126 milhões de clientes: o eleitorado brasileiro.

O vídeo mostra que após os escândalos que marcaram o país entre 2005 e 2006, endureceu o discurso da Justiça Eleitoral. A aprovação da minirreforma eleitoral, por exemplo, proibiu a distribuição de brindes e os showmícios. A campanha “Vota Brasil 2006” buscou conscientizar o eleitor e obteve, como resultado, a diminuição do número de votos nulos.

Revista Consultor Jurídico, 20 de julho de 2007, 15h55

Comentários de leitores

3 comentários

mais um segmento interessante para se discutir ...

futuka (Consultor)

mais um segmento interessante para se discutir em uma jovem democracia, principalmente porque ficou por demais desenvolvido o sistema eleitoral brasileiro com a criação da urna-eletronica, precisamos estar de olhos abertos para sua boa utilização e atentos aos abusos do dito tribunal superior.

Devo e devemos concordar com o NOBRE Jesiel Nas...

José Brenand (Outros)

Devo e devemos concordar com o NOBRE Jesiel Nascimento (Adv) assim tantos outros, dessem sua opinião, e mais que isso; a boca no tronbone. José Brenand - 65 anos de vida, na estrada da vida

Um dia entenderei porque a TV justiça é publica...

Jesiel Nascimento (Advogado Autônomo - Criminal)

Um dia entenderei porque a TV justiça é publica mais é paga. Parece até que o poder público não quer que todos conheçam a JUSTIÇA.

Comentários encerrados em 28/07/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.