Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Denúncia vazia

Leia a denúncia do MPF contra financiador do Corinthians

Por 

c) Em 1994, Boris Berezovsky, diretor geral da ABBA – Aliança Automobilística de Toda a Rússia, amparado no decreto presidencial nº 2286, de 26 de dezembro de 1993 sobre medidas de auxílio à sociedade de ações ABBA, e sob o pretexto de necessidade de um local para a promoção de encontros com delegações nacionais e internacionais de alto nível, obteve a posse de uma propriedade rural na região de Krasnogorski. Ato contínuo, Berezovsky, presidente do Conselho de Diretores da Logovaz, empresa que comercializava automóveis e seu acionista, fomentou a eleição de Dubov como diretor geral da sociedade e instigou-o a comprar a casa de campo nº 2 situada na referida propriedade, transferindo-a para os ativos da Logovaz. Em seguida, o referido imóvel foi vendido pela Logovaz à filha de Boris Berezovsky, Elena Berezovskaia.

Por conta de tais fatos, Boris Berezovsky também responde, nesse caso, a investigação por infração ao artigo 159, parte 4 do Código Penal da Federação Russa, correspondente a peculato praticado por organização criminosa e em valores elevados.

Considerando-se as investigações criminais supracitadas, foi determinada, pela Federação da Rússia, a prisão de Boris Berezovsky em cada um dos procedimentos criminais correspondentes.

Finalmente, na França, segundo documentos de fls.3/5 dos autos referentes ao pedido de cooperação judicial com aquele país, Boris Berezovsky é investigado por lavagem de capitais e utilização de documentos falsos, entre outros delitos, em virtude da aquisição, em dezembro de 1996, do Castelo de Garoupe por 55 milhões de francos.

Em julho de 1997, também foi adquirido o Campanário de Garoupe por 90 milhões de francos, bem como móveis para o castelo num montante de 24 milhões de francos.

2. Kia Joorabchian: primeiros passos no Brasil

Em meados de 2004, conforme narrado (fls.77/81 do apenso VII) por Antonio Roque Citadini, conselheiro vitalício do Sport Club Corinthians Paulista (SCCP), ele, Alberto Dualib, presidente do clube, e sua neta Carla Dualib participaram de uma reunião de negócios no Hotel Fasano em São Paulo.

Nessa reunião, Renato Duprat Filho apresentou ao grupo o iraniano Kia Joorabchian que, inicialmente, manifestou interesse na aquisição de direitos de transmissão das partidas do campeonato brasileiro de futebol tendo, em reuniões posteriores, proposto a formação de uma parceria entre a empresa que dizia representar, a MSI - Media Sports Investment Limited, e o SCCP.

Embora Kia se apresentasse como procurador da MSI, empresa off shore sediada na Inglaterra e com endereço indicado à 71, Kingsway, 5th floor, WC2B 6ST, em Londres, é de se observar que, na época indicada, a empresa sequer existia, de fato ou formalmente, e, portanto, não possuía qualquer histórico que lhe conferisse credibilidade. De fato, a empresa somente foi constituída, conforme fls. 1814 do apenso XI, em 31 de agosto de 2004.

Temeroso dos prejuízos que a parceria proposta pudesse trazer ao clube, Antonio Roque Citadini não mais participou das reuniões que se seguiram.

3. Renato Duprat Filho e Kia Joorabchian: os intermediários de Boris Berezovsky

3.1 Renato Duprat Filho foi administrador da Saúde Unicor Assistência Médica Ltda. (Unicor), empresa liqüidada extrajudicialmente pela ANS - Agência Nacional de Saúde em 2001 devido a graves anormalidades econômico-financeiras. A Unicor havia patrocinado o Santos Futebol Clube na década de 1990.

3.2 Kia Joorabchian, nascido no Irã, que também responde por Kia Kiavash e Kiavash Joorabchian, e apresenta nacionalidades britânica e canadense e duas datas de nascimento, a saber, 14.07.1971 e 25.07.1971, era desconhecido no mundo dos negócios até que em junho de 1999, juntamente com outro iraniano chamado Reza Irani-Kermani, ambos à frente de um também desconhecido fundo de investimentos recém constituído e sediado nas Ilhas Virgens Britânicas, o American Capital LLC, e sem falarem uma palavra em russo, adquiriram de Vladimir Yakovlev, fundador e sócio majoritário da empresa, 85% (oitenta e cinco por cento) do Kommersant Publishing House, famoso grupo editorial russo responsável pela publicação de um jornal diário e duas revistas especializadas, respectivamente, em política e finanças.

 é diretor de redação da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 13 de julho de 2007, 12h23

Comentários de leitores

10 comentários

Ô imprensa tacanha a nossa (como diz o Gabriel ...

Rubão o semeador de Justiça (Advogado Autônomo)

Ô imprensa tacanha a nossa (como diz o Gabriel Garcia Marquez), o jornalista cheio de velhacaria inocenta um bando de investigados pelo MPF e Estadual. Boris Abramovich Berezovsky (Eduardo José Farah da FPF de Sun Paulemon... também começou de baixo...) rapinou os recursos públicos da URSS e da Aeroflot em conluio com a contadora, que os encaminha para a farra de dinheiro surrupiado do mundo por gangsters lobistas na famosa Suiça... O mínimo que o jornalista haveria de fazer, era registrar na revista a denúncia contra esses malas (incluindo o Turco Velho e os sacanas do caso da Amil!)que acabaram com um dos únicos divertimentos que a comunidade corinthiana tinha, incluindo este escriba que vos escrebe. Um abraço ao Dr. Sidney Gonçalves grande criminalista!

"DENUNCIA VAZIA" ha ha ha ha. IMAGINE SE FOSSE...

veritas (Outros)

"DENUNCIA VAZIA" ha ha ha ha. IMAGINE SE FOSSE DENUNCIA CHEIA E AGORA JOSÉ ??? PARABÉNS MAIS UMA VEZ MP CONTINUE O BELO TRABALHO. AOS INSATISFEITOS QUE FIQUEM NO ESPERNEIO...

Desconheço a formação jurídica do ilustre diret...

Marcos de Moraes (Advogado Autônomo - Criminal)

Desconheço a formação jurídica do ilustre diretor de redação. Mas creio que esta bem acessorado e pelas matérias anteriores se apresenta conhecedor dos fatos. Fico com a notícia e opinão apresentada !! Aliás, denúncia recebida por magistrado pode sim ser declarada inépta pelos tribunais superiores. São tantos os precedentes que nem vale a penar citar um deles.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/07/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.