Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Buraco no caminho

Vítima de acidente no metrô fecha acordo com Via Amarela

A Defensora Pública de São Paulo viabilizou, nesta terça-feira (10/7), mais um acordo entre morador desalojado pelo acidente nas obras da linha amarela do Metrô e o Consórcio Via Amarela e a seguradora Unibanco/AIG.

O caso abrange o imóvel situado na rua Conselheiro Pereira Pinto, próxima ao local do acidente nas obras da linha amarela do metrô.

Já foram beneficiadas pelos acordos 130 pessoas (112 adultos e 18 crianças) representadas pela Defensoria Pública. Foram fechados 52 acordos com intermediação da Defensoria, 32 com inquilinos, 19 com proprietários e um com familiares de vítima fatal.

Estão previstas novas audiências de conciliação para quinta-feira (12/7), na Secretaria de Justiça.

O acidente na Linha Amarela do Metrô, trecho Pinheiros, aconteceu no dia 12 de janeiro e culminou com sete mortos. As obras que desabaram e soterraram as vítimas também são responsáveis pelo comprometimento da estrutura física de dezenas de casas localizadas em seu entorno.

Revista Consultor Jurídico, 10 de julho de 2007, 16h11

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/07/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.