Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Advogados de primeira

Haia paga US$ 100 mil por mês para ex-presidente contratar defesa

Por 

Charles Taylor, ex-presidente da Libéria, ex-ditador e ex-milionário, receberá nada menos que US$ 100 mil por mês da Corte de Haia para contratar advogados de defesa. O tribunal o considerou “mendigo e indigente”, sem condições de se defender. O liberiano é acusado de crimes de guerra e crimes contra a humanidade. Ele responde por assassinatos, estupros e mutilação de milhares de pessoas na guerra civil de dez anos em Serra Leoa. As informações são do site Findlaw.

Taylor também receberá US$ 50 mil para que mantenha escritórios de advocacia em Haia, Serra Leoa e Libéria. “Isso é quase três vezes mais que o valor gasto em outras cortes e quase duas vezes mais do que foi gasto para defender Slobodan Milosevic, no caso da Iugoslávia”, avalia o advogado Herman von Hebel.

O julgamento de Taylor deve começar no dia 20 de agosto. No final de 2006, Charles McArthur Emmanuel, filho de Charles Taylor, foi absolvido das acusações de tortura decorrentes dos anos em que comandou uma unidade paramilitar. A absolvição foi dada por uma Corte de Miami, na Flórida.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 8 de julho de 2007, 18h49

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/07/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.