Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dia do arremate

Juiz remarca para 30 de julho leilão da marca Gazeta Mercantil

Por 

A Justiça transferiu para o dia 30 de julho o segundo leilão da marca Gazeta Mercantil. A decisão do juiz José Carlos de França Carvalho Neto, da 30ª Vara Cível de São Paulo, foi tomada para que haja mais publicidade sobre o leilão, que estava previsto para 10 de julho.

No primeiro leilão da marca, feito em maio do ano passado, não houve compradores. O valor mínimo para o arremate era de R$ 200 milhões. No segundo leilão, não há valor mínimo para a venda. O maior lance leva a marca, desde que o valor não seja vil. Estima-se que até por 40% do valor — R$ 80 milhões — a marca possa ser vendida.

O leilão da marca Gazeta Mercantil foi determinado em processo de execução de título extrajudicial movido pela empresa Problem Solver Consultoria & Comunicações. O juiz declarou que a tentativa de barrar o leilão, por parte da Editora Jornal do Brasil, configurou fraude à execução. Essa declaração dificulta a suspensão do leilão porque impede a aplicação imediata de efeito suspensivo em caso de recursos por parte da Gazeta ou da Editora JB.

A defesa da Gazeta alega que há uma desproporção entre o valor da marca e do débito, que atualmente giraria em torno de R$ 1,2 milhão.

 é chefe de redação da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 3 de julho de 2007, 18h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/07/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.