Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pornografia x Marx

Presidente da China promete limpar a internet em seu país

O presidente da China e secretário-geral do Partido Comunista chinês, Hu Jintao, prometeu “limpar” a internet do país. Em um encontro do politburo do partido (alto escalão dirigente), na quarta-feira (24/1), foram discutidas estratégias para controlar usuários chineses da rede, segundo informações da agência de notícias estatal Xinhua.

Sem pronunciar a palavra “censura”, Jintao comentou com os 24 membros do órgão sobre alternativas de controle da rede. Comunista rigoroso avesso a liberdades culturais, o presidente demonstrou preocupação com o modo como os chineses utilizam a rede, geralmente mais interessados em pornografia, jogos e escândalos políticos do que na doutrina marxista.

Para Jintao, é preciso “manter a iniciativa de opinião dentro da internet e incrementar o grau de diretriz online. Precisamos promover uma administração e um uso civilizado da internet, e precisamos limpar o ambiente”. O secretário-geral ainda reiterou: “tomem medidas para garantir que com uma mão seja incentivado o desenvolvimento, enquanto a outra aperte sua administração”.

O país registra 137 milhões de usuários, 10% da população. Em 2006, o número de usuários chineses da rede mundial de computadores aumentou em 26 milhões, ou 23% na comparação anual, segundo o Centro de Informações sobre a internet na China.

A maioria dos usuários não tem acesso a sites abrigados em provedores estrangeiros e que oferecem material não censurado ou notícias críticas ao partido. Mas, apesar dos controles rígidos, notícias e textos de dissidentes têm conseguido circular através de boletins noticiosos e de blogs.

Revista Consultor Jurídico, 26 de janeiro de 2007, 0h01

Comentários de leitores

3 comentários

Precisamos ficar atentos aos movimentos do sena...

Augusto J. S. Feitoza (Estudante de Direito)

Precisamos ficar atentos aos movimentos do senador Eduardo Azeredo (PSDB/MG) e da nova Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado, agora liderada por ninguém menos que Fernando Collor de Mello (PRTB/AL). Notícias como esta devem estimulá-los a colocar novamente em pauta no Congresso o malfadado projeto de controle do uso da Internet no Brasil ou, na surdina, infiltrarem artigos em leis como o é o caso da tal Emenda 3 à Lei da Super Receita que abre terríveis precedentes rumo à extinção de sagrados direitos trabalhistas como jornada de trabalho, férias remuneradas, 13º salário, contrato de trabalho, dissídio coletivo, direito de greve, licença-maternidade e aleitamento, dentre outros. Todo cuidado é pouco. O segredo da democracia é a eterna vigilância.

A desculpa sempre é a pornografia, mas em cada ...

Bira (Industrial)

A desculpa sempre é a pornografia, mas em cada estante ou banca de jornal, lá está ela reluzente.

E a imprensa nacional querendo colocar a China ...

Ruberval, de Apiacás, MT (Engenheiro)

E a imprensa nacional querendo colocar a China como exemplo de desenvolvimento e progresso social.

Comentários encerrados em 03/02/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.