Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Segredos roubados

Ex-empregada da Coca será julgada por tentar vender segredos

Por 

Joya Williams, assistente administrativa da Coca-Cola, acusada de roubar segredos de mercado da maior empresa de refrigerantes do mundo e de ter tentado vendê-los à concorrente Pepsi, será julgada em Atlanta daqui duas semanas. Cerca de 100 jurados foram cadastrados, na terça-feira (15/1), para o início do julgamento. As informações são do site Findlaw.

Os candidatos a jurados passaram a terça-feira respondendo a questões do juiz J. Owen Forrester. O juiz perguntou se eles já haviam trabalhado ou têm parentes com ligações à Coca-Cola. Uma das perguntas curiosas foi se eles bebem Coca-Cola e Fanta e com qual freqüência.

A ex-assistente foi demitida do cargo da empresa após as acusações terem vindo à tona. Agora, enfrenta um pedido de condenação de 10 anos de cadeia.

Joya Williams, Edmund Duhaney e Ibrahim Dimson haviam sido indiciados em julho de 2006 sob acusação de terem roubado amostras de novos produtos da Coca-Cola e terem tentado vendê-los à sede da PepsiCoInc., em Nova York.

Investigadores do FBI, a polícia federal americana, encontraram na casa de Edmund Duhaney, em 5 de julho de 2006, documentos confidenciais da Coca-Cola. Os documentos se referiam a um projeto sigiloso de novo produto conhecido como “Projeto N”.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 17 de janeiro de 2007, 14h09

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.