Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Problemas estruturais

Fórum de Barueri, em São Paulo, fica paralisado até esta sexta

O expediente e a contagem dos prazos processuais no Fórum Trabalhista de Barueri, na Grande São Paulo, vão ficar suspensos até sexta-feira (19/1). Os serviços foram paralisados na segunda (15/1).

A determinação é do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (São Paulo). De acordo com o TRT, o prédio do fórum apresenta problemas estruturais que têm de ser analisados emergencialmente.

O presidente do TRT paulista, juiz Antonio José Teixeira de Carvalho, encaminhou ofício ao prefeito de Barueri, Rubens Furlan, solicitando um laudo dos técnicos da prefeitura sobre as condições do prédio.

A Central de Mandados e Cartas Precatórias de Barueri, que funciona em outro prédio, continua atendendo normalmente.

Veja a Portaria:

PORTARIA GP/CR nº 01/2007

O JUIZ PRESIDENTE E O JUIZ CORREGEDOR DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEGUNDA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

FAZEM SABER:

que, em decorrência da necessidade de execução de serviços emergenciais nas dependências do Fórum Trabalhista de Barueri, situado na Rua Independência, 06 – Barueri -SP, ficam suspensos o expediente e a contagem dos prazos, no período de 15 a 19 de janeiro de 2007, no Serviço de Distribuição dos Feitos e nas Varas do Trabalho e respectivas Secretarias. Com exceção dos julgamentos, as demais audiências a serem realizadas no período serão redesignadas e as novas designações serão oportunamente comunicadas às partes e seus procuradores.

Esta Portaria não abrange a Central de Mandados e Precatórias localizada em outro edifício.

Registre-se, publique-se e cumpra-se.

São Paulo, 15 de janeiro de 2007.

ANTÔNIO JOSÉ TEIXEIRA DE CARVALHO

Juiz Presidente do Tribunal

DECIO SEBASTIÃO DAIDONE

Juiz Corregedor

Revista Consultor Jurídico, 16 de janeiro de 2007, 16h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.