Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Desaparecimento de militante

Juiz pede a prisão da ex-presidente da Argentina Isabelita Perón

O juiz argentino Raúl Acosta expediu ordem de prisão contra a ex-presidente da Argentina, María Estela Martinez, viúva do general Juan Perón. Isabelita Perón, nome pelo qual é conhecida, reside atualmente em Madri. Ela é acusada de envolvimento com o desaparecimento de um militante de esquerda.

Raúl Acosta considera que o crime foi possível graças à assinatura de três decretos, em 1975, que permitia que as Forças Armadas aniquilassem “os elementos subversivos”, o que representa uma ação de terrorismo de estado. A informação é do Portal G1.

Agora, a Polícia espanhola está esperando que a Interpol envie o ofício para fazer a detenção da viúva. Depois, ela terá que comparecer na Audiência Nacional para tramitar sua extradição.

De acordo com a investigação, o jovem Héctor Aldo Fagetti Galego desapareceu em 25 de fevereiro de 1976, um mês antes do golpe militar que derrubou Isabelita. Ele foi visto pela última vez em 10 de março do mesmo ano.

Também são acusados pelo seqüestro e desaparecimento de Fagetti o ex-ministro do Trabalho Carlos Ruckauf; o ex-ministro da Economia Antonio Cafiero; o ex-chanceler Manuel Arauz Castex; o ex-ministro da Defesa Tomás Vottero; o ex-titular de Bem-estar Social Carlos Emery; e o ex-presidente do Senado Ítalo Luder.

Revista Consultor Jurídico, 12 de janeiro de 2007, 20h07

Comentários de leitores

17 comentários

O Professor tá falando de um certo Brilhante (....

Rubão o semeador de Justiça (Advogado Autônomo)

O Professor tá falando de um certo Brilhante (...) Ustra? O senhor esqueceu de uma p... de delegado velho e respectiva oligarquia que se homizia, digo, se domicilia na Comarca de São Caetano do Sul... Eu não passei por qualquer constrangimento por parte dessa horda de malfeitores covardes (sou de 1963), mas eu endosso completamente essa ira e lamento por não sermos iguais aos argentinos que até generais como Jorge Rafael Videla, Leopoldo Galtieri estão no xilindró. Aqui uma p.. de meganha raso não passa nem sequer na frente do cárcere...

Caros, boa parte dos canalhas e covardes ainda ...

Armando do Prado (Professor)

Caros, boa parte dos canalhas e covardes ainda estão por aí na Segurança de S. Paulo (sic), na inciciativa privada, também no ramo da segurança, ou como oficiais do Exército. Conheço alguns. Mas, o que importa é que esses covardes fogem da luz do dia, pois sabem que não têm chance de vida decente aqui à luz do dia. O movimento golpista de 64 urdido pelos EUA foram tramados de fora para dentro com a aquiescência de traidores como Adhemar, Lacerda, o dono do Nacional, a vaca fardada, e outros canalhas menores. Trairam, entregando Pindorama. O resultado é o que temos hoje. Pena que a maioria dos canalhas morreram, em função, a maioria, de câncer. Estão no inferno. Nada que impeça que os quadros inferiores, como o covarde do coronel Brilhante, sejam julgados e condenados.

Uma farsa para livrar a responsabilidade das Fo...

Simão, Wilson (Outros)

Uma farsa para livrar a responsabilidade das Forças Armadas e nada mais.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 20/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.