Consultor Jurídico

Comentários de leitores

11 comentários

Concordo com o leitor Lúcio Flávio. A...

tyba (Advogado Autônomo - Empresarial)

Concordo com o leitor Lúcio Flávio. A jornalista Lilian Matsuura misturou a profissão de repórter com a de crítica literária. Quando fechava a notícia, resolveu abrir o entretítulo “Crítica”. Nele abandonou a impessoalidade e fez algo como a resenha do livro. Faltou a canetada do editor. Que pena...

Isso é uma notícia ou é uma defesa prévia do au...

Lúcio Dias (Advogado Autônomo - Civil)

Isso é uma notícia ou é uma defesa prévia do autor do livro? Parece-me que faltou isenção à autora da matéria, Lilian Matsuura, que mais parece ser a advogada de defesa do autor do livro, dando a entender que a ação a ser proposta por Roberto Carlos (que ela não leu e também não gostou) seria temerária por lhe faltar cusa petendi. Li e não gostei do artigo.

Roberto Carlos é um sujeito íntegro. Generoso. ...

tyba (Advogado Autônomo - Empresarial)

Roberto Carlos é um sujeito íntegro. Generoso. Diferentemente de outro “rei”, registrou como legítimo o filho bastardo de quem é amigo e mecenas. Adotou a filha de sua primeira mulher, Nice. O filho deficiente visual é bacana. É possível que o livro contenha ofensas. Talvez o incomode a revelação com detalhes do acidente em que perdeu a perna na infância. Concordo com seu desconforto ao imaginar que as fãs, depois da leitura do livro, vão vê-lo nos shows e na televisão com a lembrança de que dentro da calça no lugar da perna existe uma haste de ferro. Ainda que semelhante à real. Algo broxante. A imagem de herói apaixonado, construída por ele artisticamente no decorrer desses anos todos, deve ser preservada. Vou ler o livro. Mas só para pesquisar informações maldosas e inverdades.

Ó da "brasa" , você está ficando velho, faturan...

A.G. Moreira (Consultor)

Ó da "brasa" , você está ficando velho, faturando menos e ficando esquecido nas "paradas" . Por isto, quando aparece alguém que , escrevendo, exalta a sua personalidade, o seu histórico e a sua importância , "in illo tempore" , você deve agradecer e não processar .

O Rei quer ficar bem na foto com as gordinhas, ...

Ruberval, de Apiacás, MT (Engenheiro)

O Rei quer ficar bem na foto com as gordinhas, mas não é o sonho de consumo de muitos; enaltece o Cadillac, que é um carro desconfortável, e agora quer proibir a venda do livro. Ó Rei, quer gozar sozinho?

Eu acredito no que este artigo está dizendo. Qu...

Lu2007 (Advogado Autônomo)

Eu acredito no que este artigo está dizendo. Que o autor foi bem responsável ao escrever este livro. Agora, dizer que ofende a privacidade .....tenha dó, né? Ele é um homem público!!! E como homem público sabe e corre o risco de ver sua vida exposta mesmo. Se não quer ver a vida exposta, que não tome atitudes para ficar famoso porque FAMA significa EXPOSIÇAO e quem entra nessa sabe muito bem disso.

Deveríamos é processar esse tal de R.C. pelo ní...

Armando do Prado (Professor)

Deveríamos é processar esse tal de R.C. pelo nível de suas musiquinhas de motel. Está virando lugar comum: um escreve, o outro processa e a máquina do judiciário ficar cuidando desses desocupados.

O Roberto Carlos,de quem nunca fui fã,aliás,som...

Neli (Procurador do Município)

O Roberto Carlos,de quem nunca fui fã,aliás,somente fui a um show na vida(nos dez anos de Caras,no Thetaro Municipal de SP),não deveria processar o autor,afinal,parece-me,que o livro é uma homenagem de um fã a ele. Ele,Roberto Carlos,deveria era ficar envaidecido sendo homenageado em vida.

E o Sebastião Braga morreu sem receber.

Luismar (Bacharel)

E o Sebastião Braga morreu sem receber.

Pronto, começou! Ai de quem proferir um ...

Richard Smith (Consultor)

Pronto, começou! Ai de quem proferir um ai acerca da vida de qualquer "celebridade". Processo em cima. E a justiça acoitando esse tipo de procedimento. Não estou questionando o direito de ação do Sr. Roberto Carlos, de resto, artista de renome e de valor. Mas e os fricotes? E a fogueira das vaidades? E as instrumentalizações do Judiciário, como a feita pela Vadia da Praia? Não basta não gostar do que falam sobre si, ainda mais sendo uma figura pública. Será que o bom-senso está tão falto assim. É um "pobrema"!

Gente, é briga de cachorro grande, mas tenh...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Gente, é briga de cachorro grande, mas tenho lá minhas dúvidas se nessa o rei vai levar a melhor. É meio complicado para ele, que é reconhecidamente um homem público mundial, dizer que houve invasão de privacidade. Vai ser uma dificuldade incrível achar no que consistiria essa tal de privacidade. Aliás, ao que ele mesmo teria dito, ele sequer leu o livro para concluir se teria havido sensacionalismo ou não. Há opiniões, sérias, de que o autor teria sido meramente narrativo, abstendo-se de opiniões próprias demeritórias. É aprendizado desde os bancos acadêmicos, que o "animus narrandi" não tipifica sequer injúria ! Tenho certeza de que o Sr. Roberto Carlos Braga está sendo muito bem assistido por competentes advogados, até porque ele é criterioso na escolha das pessoas que para si trabalham , todavia, como diz um velho ditado, cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Assim sendo, aqui à distância penso que, s.m.j., deveria se fazer detida análise da real possiblidade de sucesso de uma ação dessas, porque no caso de perda a sucumbência por certo não seria pequena. Enfim, o rei é ele , e deve saber o que faz.

Comentar

Comentários encerrados em 18/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.