Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Integração eletrônica

TST implanta sistema de digitalização de processos

Começou a funcionar o e-Recurso, nesta segunda-feira (8/1), no Tribunal Superior do Trabalho. O sistema foi implantado, em 2006, nos 24 Tribunais Regionais do Trabalho do país e permitiu a digitalização das peças processuais indispensáveis ao exame de recursos de revista e agravos de instrumento pelo TST. Este novo sistema é fundamental para a virtualização do processo judicial trabalhista.

No TST, o e-Recurso permitirá também a análise dos recursos extraordinários, com o envio eletrônico de informações e peças digitalizadas para o Supremo Tribunal Federal. Segundo o presidente do TST, ministro Ronaldo Lopes Leal, a adoção do e-Recurso é o fim do processo convencional que reúne centenas de folhas de papel.

“A virtualização da Justiça do Trabalho é fruto de 13 anos de estudos e três de investimentos maciços em equipamentos e softwares com objetivo de criar infra-estrutura que viabilize a informatização dos processos”, afirma.

A integração de toda a Justiça do Trabalho exige uma padronização de equipamento, de sistemas, de procedimentos e de rotinas de trabalho que alcance as 1.378 Varas do Trabalho, os 24 TRTs e o próprio TST. Entre 2004 e 2007, foram investidos mais de R$ 137 milhões para a implantação do Sistema Integrado de Gestão da Informação (Sigi).

Revista Consultor Jurídico, 8 de janeiro de 2007, 18h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.