Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Baixa no time

Advogada preferida do presidente Bush pede demissão

Harriet Miers, advogada que atuava como assessora do presidente George W. Bush pediu demissão ao conselho da Casa Branca, nesta quinta-feira. O nome de Miers foi proposto por Bush para ocupar uma vaga na Suprema Corte. Diante das resistências apresentadas, sua candidatura foi retirada antes mesmo de ser levada a apreciação do Congresso.

Segundo o site Findlaw, o secretário de imprensa da Casa Branca, Tony Snow afirmou que “com relutância” o presidente aceitou a demissão dela, a partir de 31 de janeiro.

Bush nomeou Miers, em outubro de 2005, para substituir a juíza Sandra Day O'Connor, que se aposentou, mas ela teve se desistir, sob fogo cerrado de conservadores republicanos, alegando que ela não disporia da qualificação jurídica necessária para ter apoio do partido.

Miers, tida como a advogada conselheira mais próxima do presidente Bush, vinha conversando com o chefe de staff da Casa Branca, Joshua Bolten, sobre sua necessidade de ter mais tempo livre. Em nota, a Casa Branca a define como “uma das mais agressivas defensoras da Constituição dos EUA

Revista Consultor Jurídico, 5 de janeiro de 2007, 15h32

Comentários de leitores

1 comentário

também depois da berração juridica sobre o caso...

Reginaldo - Advogado Trabalhista (Advogado Associado a Escritório)

também depois da berração juridica sobre o caso de sadan, o quem mais esse Bush agora vai fazer?

Comentários encerrados em 13/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.