Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Esquema das associações

STJ não aceita julgar conselheiros do caso Gratz

Em decisão unânime, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça rejeitou denúncia contra os conselheiros do Tribunal de Contas do Espírito Santo, Valci José Ferreira de Souza e Marcos Miranda Madureira. Os ministros não encontraram indícios que comprovassem a participação dos acusados no “Esquema das Associações”.

Com a decisão, o processo retorna para Justiça capixaba. Os conselheiros serão julgados no processo contra ex-presidente da Assembléia Legislativa do Espírito Santo, José Carlos Gratz e demais envolvidos.

Por ocupar os cargos de conselheiros de tribunal de contas, os acusados pediam que o STJ decidisse sobre o recebimento ou não da denúncia formulada pelo Ministério Público Federal.

No “Esquema das Associações”, segundo o Ministério Público, deputados da Assembléia lançaram pedidos de reembolso dos custos de viagens que não foram feitas. O desvio chegaria a R$ 26 milhões.

Além de Gratz, também faria parte do esquema o ex-deputado Gilson Gomes. Os dois são apontados como membros da organização parapolicial Scuderie Detetive LeCocq.


Revista Consultor Jurídico, 27 de fevereiro de 2007, 0h00

Comentários de leitores

1 comentário

Na época das denúncias a imprensa do es publico...

boca (Advogado Autônomo - Empresarial)

Na época das denúncias a imprensa do es publicou cópias de provas irrefutáveis de compra de vagas no TC/ES inclusive de cheques, etc. No mínimo muito estranha a decisão.

Comentários encerrados em 07/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.