Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Liberdade de crítica

Blogueiro egípcio é condenado por ofensas ao islã

Um tribunal em Alexandria, no Egito, condenou o blogueiro Abdel Karin Suleiman, de 22 anos, a quatro anos de prisão por insultos ao islamismo e ao presidente do país, Hosni Mubarak. É a primeira vez que um blogueiro é condenado no país.

Em seu blog, Suleiman criticou a mais importante instituição islâmica do Egito, a Universidade al-Azhar, e o presidente, a quem chamou de faraó ditatorial do Egito antigo. Ex-estudante da universidade, o blogueiro chamou a instituição de “a universidade do terrorismo” e a acusou de reprimir o livre pensamento.

Suleiman foi expulso da universidade em 2006. A instituição pressionou promotores pela realização do julgamento. Ele foi condenado por causa de oito notícias que escreveu com o pseudônimo Kareem Amer desde 2004.

Em uma sessão de apenas cinco minutos, o juiz afirmou que Suleiman era culpado e deveria cumprir três anos de prisão por insultar o islamismo e incitar a revolta. Ele pegou mais um ano por insulto ao presidente.

O blogueiro, que é um muçulmano liberal, não negou ter escrito os textos e afirmou que eles somente representaram suas opiniões. Seus advogados disseram que planejam apelar da decisão do tribunal e que o julgamento foi injusto.

Em 2006, o governo do Egito prendeu vários blogueiros que fizeram críticas ao governo, mas todos eles foram libertados. Um grupo de defesa dos direitos humanos afirmou que o veredicto foi “muito duro” e uma “forte mensagem” para os milhares de usuários de internet do Egito.

Revista Consultor Jurídico, 22 de fevereiro de 2007, 19h35

Comentários de leitores

1 comentário

Puxa! Ofensa, só poruqe chamou o xeque lá d...

Richard Smith (Consultor)

Puxa! Ofensa, só poruqe chamou o xeque lá de "faraó"? Já pensou se acontecesse o mesmo por aqui, face aos comentários que são veiculados na internet contra Igreja Católica e os seus dignatários, principalmente o Papa?! No entanto, que se observe bem a face "pacífica" e "tolerante", do Islã.

Comentários encerrados em 02/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.