Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nome próprio

Cisco disputa com a Apple uso da marca iPhone

Depois de resolver a disputa judicial com a gravadora dos Beatles pelo nome da marca, a fabricante de computadores Apple agora enfrenta problemas com a Cisco Systems. A fabricante de equipamentos para telecomunicações quer uma resposta da Apple até o dia 21 de fevereiro sobre o processo judicial em torno da marca iPhone. A ação foi apresentada no Tribunal Federal de São Francisco, na Califórnia.

Dona da marca iPod, a Apple lançou em janeiro o mais moderno dos celulares chamando-o de iPhone. A Cisco, porém, conseguiu os direitos sobre a marca iPhone em 2000, quando comprou a Infogear, que detinha a propriedade do nome e vendeu por vários anos aparelhos com esta denominação.

A Linksys, divisão da Cisco, vende aparelhos com o nome iPhone desde o ano passado. A empresa afirmou que quer evitar que a Apple "continue infringindo, copiando e usando deliberadamente" a marca. Ela também tem pedido por uma "interoperabilidade", sugerindo que está buscando algo mais do que um único pagamento para o uso do nome.

O vice-presidente Mark Chandler classificou o novo celular da Apple como “muito interessante”, mas que a empresa “não devia ter utilizado o nome iPhone sem autorização”. A porta-voz da Apple, Natalie Kerris, falou que as negociações estão direcionadas a um acordo de direitos de marca e interoperabilidade.

Revista Consultor Jurídico, 20 de fevereiro de 2007, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/02/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.