Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Barbárie no esporte

Torcedores acusados de matar corintiano vão a julgamento

Por 

A Justiça paulista marcou para esta quarta-feira (14/2), às 10 horas, o julgamento de Edmilson José da Silva e Alessandro Almeida Borges Pereira. Os dois são acusados de matar o torcedor corintiano Marcos Gabriel Cardoso Soares. O julgamento será presidido pela juíza Luciane Jabur Mouchaloite Figueiredo, do 5º Tribunal do Júri da capital paulista.

O crime aconteceu em maio de 2004, na rua da Várzea, esquina com a avenida Pacaembu, na Barra Funda (Zona Oeste da Capital). Gabriel foi morto em uma briga perto da sede da torcida Mancha Verde, do Palmeiras. O conflito envolveu integrantes da Mancha e da Gaviões da Fiel. O torcedor se dirigia ao Estádio do Morumbi, onde assistiria ao clássico entre Palmeiras e Corinthians.

A briga começou por volta das 13h30, antes da partida. O rapaz, torcedor do Corinthians, foi agredido com socos e chutes na cabeça. Por volta das 14h20, ele foi levado ao hospital Barra Funda, acompanhado por um casal.

No hospital, o adolescente foi submetido a diversos exames. Logo depois a equipe médica o liberou. No dia seguinte, o jovem passou mal, foi internado num hospital da Zona Leste da cidade e, depois, transferido para o hospital Santa Cecília. O rapaz teve traumatismo craniano. Ele chegou em estado grave e foi encaminhado para o setor de cirurgia, onde morreu.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 13 de fevereiro de 2007, 16h14

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/02/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.