Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Chance de defesa

Libanês pede Habeas Corpus para se livrar da extradição

Chegou ao Supremo Tribunal Federal o pedido de Habeas Corpus do comerciante libanês Walid Khaled Abdallah. Ele é acusado, pelo governo francês, de tráfico de entorpecentes. O relator do pedido é o ministro Sepúlveda Pertence.

O objetivo da defesa é impedir a extradição solicitada pelo governo da França e deferida pelo Supremo.

De acordo com o processo, na França já há uma sentença condenatória contra o acusado. Entretanto, os advogados sustentam que a sentença foi proferida sem citação pessoal de seu cliente, o que impossibilitou a defesa das acusações.

Assim, pede Habeas Corpus para que não seja efetivada a extradição. Walid Khaled Abdallah está atualmente em São Paulo.

HC 90.624

Revista Consultor Jurídico, 13 de fevereiro de 2007, 0h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/02/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.