Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Justiça presente

Torcedor é julgado durante jogo e paga multa na hora

Durante uma partida entre Atlético Hermann Aichinger e Metropolitano, em Ibirama (SC), pelo campeonato catarinense de futebol no domingo passado, o torcedor do Metropolitano, Gian Carlo da Silva, arremessou um copo de plástico contra a torcida do adversário.

Na hora, um policial flagrou a molecagem e conduziu o torcedor até o juizado, do programa “Justiça Presente”, organizado nas partidas do campeonato estadual pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

O juiz Rafael Brüning registrou um Termo Circunstanciado. Em seguida, foi proposta uma multa penal no valor de um salário mínimo (R$ 375), destinado à Apae do Município de José Boiteux.

Silva, acompanhado de um defensor presente no local, aceitou os termos do acordo e pagou imediatamente com um cheque depositado em juízo. O programa “Justiça Presente” é desenvolvido pelo Tribunal de Justiça em parceria com outras instituições (MP, OAB, PM, PC e Federação Catarinense de Futebol).

Revista Consultor Jurídico, 9 de fevereiro de 2007, 19h03

Comentários de leitores

5 comentários

Tantas ironias de onde se espera reflexão críti...

LUIS CARLOS (Professor)

Tantas ironias de onde se espera reflexão crítica... é de Oficial do Exército, de Advogado e de Acadêmico. Valeu, pelas duas reflexivas ponderações! Parafraseando Drumond de Andrade: No meio do percurso (entre o sujeito lançador e o objeto lançado)havia uma pedra, aliás: um policial. E, no cumprimento do dever, encaminhou o infrator perante Pilatos, aliás; perante ao Juiz (não ao ábitro de futebol) que, de imediato, aplicou a pena. Quer dizer, ficou de bom tamanho para as partes e, de quebra, sirva de molde às similares (Policiais/Segurança)... (Juizes/Justiça)... (infratores/foras-da-Lei)!!!

Prezado Dr. Sri Mhaza, Mas tudo começa no copo...

Fernando (Oficial do Exército)

Prezado Dr. Sri Mhaza, Mas tudo começa no copo de plástico impune!

Isto já existe em Minas Gerais há uns 2 ou 3 an...

João da Silva (Bacharel)

Isto já existe em Minas Gerais há uns 2 ou 3 anos. Todos os jogos no MIneirão e alguns outros jogos de maior público em outras cidades do interior contam com plantão dos Juizados Especiais Criminais, com toda a estrutura necessária (Juiz, Promotor, Delegado, escreventes, etc). Ah, e também estão presentes em grandes eventos, como shows.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 17/02/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.