Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Olho Nele

Campanha Olho Nele do TSE propõe ao eleitor fiscalizar candidato

O Tribunal Superior Eleitoral lança uma campanha educativa chamada “Olho Nele”. O objetivo da campanha é lembrar ao eleitor de sua responsabilidade quanto à atuação do candidato em que votou. A campanha começa a ser veiculada ainda este ano, a partir de 24 de dezembro e vigora até 24 de fevereiro de 2008.

O slogan da campanha é: “O candidato que você elegeu é você lá. Olho nele”. As peças publicitárias foram feitas para a televisão e produzidas pela Fundação Padre Anchieta, TV Cultura de São Paulo, a pedido do TSE. Além dos filmes que serão veiculados na televisão, foi criado também um spot para rádio.

De acordo com as orientações do ministro Marco Aurélio do TSE, a campanha “tem por objetivo lembrar os eleitores do compromisso com a democracia e com o aprimoramento das instituições”. O ministro pediu a colaboração na divulgação nacional, gratuita, de dois filmes de 30 segundos cada.

Junto com o pedido de divulgação das peças, o Tribunal encaminhou às emissoras uma sugestão de plano de mídia. A campanha Olho Nele foi criada nos moldes da campanha Vota Brasil, realizada em 2006 para esclarecer o eleitor sobre a importância do voto consciente.

Clique aqui para ver o primeiro e o segundo vídeo.

Revista Consultor Jurídico, 21 de dezembro de 2007, 0h00

Comentários de leitores

2 comentários

E se esqueceram de dizer COMO É QUE NÓS VAMOS F...

Zerlottini (Outros)

E se esqueceram de dizer COMO É QUE NÓS VAMOS FAZER ISSO! Como fiscalizar um sujeito que quer distância do povo? Que tem a famigerada "im(p)unidade" parlamentar? O negócio é ANULAR O VOTO. Pelo menos, assim, a gente não é cúmplice. E aos menores de 18 anos: vocês que AINDA não são obrigados a votar, NÃO FAÇAM SEU TÍTULO DE ELEITOR! Ao contrário da propaganda do TSE, você não tem voz nenhuma, porque o sacana que você elege só representa a si mesmo, à sua (dele) família e aos "chegados". A nós, ninguém representa! Deixem pra fazer o maldito título quando forem obrigados. Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Eu tenho um pé atrás com o Marco Aurélio 'Cacci...

J.Henrique (Funcionário público)

Eu tenho um pé atrás com o Marco Aurélio 'Cacciola Livre Mesmo Hoje' MeLLo inclusive por causa do primo que o nomeou, mas gosto da gestão dele a frente do TSE exortando o povo à responsabilidade que tem quanto aos políticos que elege.

Comentários encerrados em 29/12/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.