Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Terroristas na cadeia

Tribunal da Espanha condena 47 por envolvimento com o ETA

A Audiência Nacional da Espanha condenou 47 pessoas por pertencerem ou terem ligação com o grupo separatista basco ETA. Os juízes entenderam que algumas organizações, como KAS, EKIN e XAKI, fazem partes das “entranhas” e do “coração” do ETA. Dos 52 processados, apenas cinco foram absolvidos, informa o El País.

Em três décadas, o ETA já assassinou mais de 820 pessoas em sua luta pela independência do País Basco do governo da Espanha. Na sentença, a Audiência estabeleceu como fato provado que a organização EKIN forma parte do que o ETA chama de “frente midiática e de massas”, assim como é a “herdeira” da KAS. Portanto, elas são a mesma organização terrorista.

A decisão, lida pela presidente do tribunal, Ángela Murillo, estabelece prisão para 14 dos acusados por crime de integração à organização terrorista na qualidade de dirigentes. Entre eles, se encontra o ex-dirigente do KAS, Xabier Alegria, condenado a 18 anos de prisão. Igualmente foi condenado por integrar o ETA o advogado de membros do grupo, Txema Matanzas

Antes da notificação da sentença, o tribunal ordenou em novembro a prisão dos 47 acusados. Durante a leitura da decisão, 25 acusados foram expulsos da sala de vidros blindados porque cantaram hinos bascos separatistas.

Revista Consultor Jurídico, 20 de dezembro de 2007, 0h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/12/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.