Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

Tentativa de homícidio. 14 anos se passaram. E ...

www.professormanuel.blogspot.com (Bacharel)

Tentativa de homícidio. 14 anos se passaram. E tem gente batendo palmas para a perpetuação da impunidade. É embaraçoso, meus caros. É vergonhoso. Minha solidariedade à Dona Glauce, viúva da vítima. Tenha força, senhora. Ignore estes monstros que tripudiam de sua tragédia e tem a cara-de-pau de invocar o coitado do Kelsen. Justiça, para eles, é cadeia só para os pobres.

Não se pode mesmo deixar de observar a lei, ind...

Alex Freitas (Advogado Autônomo - Criminal)

Não se pode mesmo deixar de observar a lei, independente de quem seja, mesmo por que, se assim não for a lei se torna inócua e pior ainda fica para os Tribunais, que estão ali para resguardar a lei e a ordem. Claro que na ânsia de fazer justiça, por vezes, deixa-se de fazer... pois, atropela-se preceitos fundamentais. Agora é lindo ver que temos juizes de verdade, como o Dr. Marco Aurélio Melo, isso sem desmerecer a Eminente Dra. Carmen Lucia, já que também a adimiro e acompanho de perto seus votos e que na maioria das vezes na minha visão são acertados, mas maravilhoso ver que em uma divergência puxada pelo digno Ministro, este consegue colocar tudo que desejamos, a aplicação da lei e da justiça, que devem sim andar juntam e que com este, certamente andara sempre, mesmo que contrarie os que por um momento de calor não consigam enxergar os preceitos da lei. E mais, difícil também saber que por ser o Juiz, nem sempre vai ser entendido pelos leigos (povo), que não tem o esclarecimento do direito e como este deve ser aplicado. É difícil. Assisti ah poucos dias o filme "Esquadrão da Justiça" que versa sobre um juiz que apesar de enxergar outra situação obedecia a lei, prestava contas com a sua conciência depois, mas estava nos trilhos da lei, que é o que se espera de um juiz, senão, para que a lei, que sejam mudadas então. Parabéns Dr. Marco Aurélio Melo, eterno professor de todos nós, e saiba que o Sr. é inspiração para muitos jovens que almejam, ao menos ser um pouco do que o senhor é hoje. Temos que nos nortear no direito, este deve prevalescer sempre.

Quando se colocam paixões, aversões, intolerânc...

A.G. Moreira (Consultor)

Quando se colocam paixões, aversões, intolerância, bandeiras partidárias, em julgamentos, o juiz fica, juridicamente, estrábico e a lei e o direito são , altamente, afetadas e começam a padecer de demência ! ! !

Ao ingressar na faculdade em 1988 ouvi o adágio...

Educação Financeira para Todos (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Ao ingressar na faculdade em 1988 ouvi o adágio "Ninguém pode se beneficiar de sua própria torpeza". São atitudes como essa que levam ao descrédito o Direito. A decisão do STF foi "tecnicamente perfeita". Pôncio Pilatos também agiu assim...

Comentarista Neno bem disse: a tecnicidade é us...

George Rumiatto Santos (Procurador Federal)

Comentarista Neno bem disse: a tecnicidade é usada pelos Ministros quando a eles bem convêm. Lamentável permitirem que o ato de renúncia (ao cargo), praticado com claro abuso de direito, desviado de sua finalidade, tenha o condão de modificar o juízo competente para o próprio julgamento daquele que praticou o ato. Em outras palavras, considerando a renúncia do parlamentar Cunha Lima para declinar sua competência, o STF foi condescendente com uma grave afronta ao princípio do juiz natural. Permitiu que uma pessoa, com um ato de sua vontade, escolhesse o órgão judiciário competente para o julgamento de sua ação penal. Às vezes não basta ler Kelsen para fazer justiça, meus caros Ministros.

Existem aqueles que, sempre, condenaram o "foro...

A.G. Moreira (Consultor)

Existem aqueles que, sempre, condenaram o "foro especial" , porque segundo eles, significa impunidade ! ! ! Entretanto, dentre eles, a grande maioria , ficou "indignada", neste caso, porque o político renunciou ao mandato e , por consequência, renunciou ao foro especial , como bem viu o Ministro Marco Aurélio ! ! ! Isto faz-me lembrar um cidadão que está retornando ao seu país, mas, que ao ser alertado que pagará taxas alfandegárias myuito elevadas pelas compras que fez, abandona-as para não ser penalizado . Ainda assim, a autoridade cobradora de impostos, frustrada, decide penalizar o cidadão, como se ele tivésse adentrado com a bagagem que decidiu perder ! ! !

Ainda bem que no Poder Judiciário brasileiro ex...

Antônio Macedo (Outros)

Ainda bem que no Poder Judiciário brasileiro existem juízes, a exemplo do Eminente Ministro Marco Aurélio, cuja firmeza e sabedoria jurídica, demonstradas em suas decisões, enobrecem o dom mais sublime da Justiça, que é o de fazê-la com eqüidade.

Mais uma vitória do processo sobre o direito. D...

Neno (Advogado Autônomo)

Mais uma vitória do processo sobre o direito. Do direito sobre a justiça! É impressionante como se sobrestima a tecnicidade quando esta é conveniente a alguns destes ilustres Srs do STF.

Comentar

Comentários encerrados em 18/12/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.