Consultor Jurídico

Notícias

Justiça Social

Ministro Marco Aurélio recebe prêmio de Direitos Humanos da OAB-SP

Comentários de leitores

14 comentários

E os assassinos que arrastaram a criança nada? ...

Bira (Industrial)

E os assassinos que arrastaram a criança nada? E os pais de familia chacinados em semaforos nada?. Direitos humanos de quem?

Que tal instituir o prêmio "Salvatore Cacciola"...

Radar (Bacharel)

Que tal instituir o prêmio "Salvatore Cacciola"? Seria um justo reconhecimento àqueles que deferem aos criminosos o direito de insubmissão à lei.

Isso sim é escárnio, ministro Joaquim!

Armando do Prado (Professor)

Isso sim é escárnio, ministro Joaquim!

Comentarista (Outros 07/12/2007 - 14:29 Além ...

Comentarista (Outros)

Comentarista (Outros 07/12/2007 - 14:29 Além do Cacciola, a OAB/SP poderia ter convidado também as famílias das vítimas assassinadas por alguns dos Ilustres membros do MP paulista (e que, atualmente, estão respondendo em liberdade pelos respectivos crimes praticados, ou seja, homicídios doloso e culposo)... Aí, sim, a solenidade se tornaria bem mais "humana"...

Parabéns a seccional paulista da OAB e parabéns...

DR. CARLOS ALBERTO (Advogado Associado a Escritório)

Parabéns a seccional paulista da OAB e parabéns Ministro Marco Aurélio. Feliz do país que tem um juíz com sua estatura, coragem, independência e espírito absolutamente legalista.Pelo bem da democracia e da justiça continue assim. Por outro lado, nada mais triste que alguns comentários imbecis, certamente daqueles que preferem hipócritas, demagogos, e conservadores vaidosos que falem alemão e que foram guindados ao STF mais pela idiossincrasia polícita do que pela capacidade técnica ou senso de justiça e , até por tal motivo, polemizam seções em busca da notoriedade pessoal e expiação de seus complexos, mas NUNCA por conta das frequentes violações de direitos ocorridas nesta república de... Parabéns a advocacia brasileira

Depois, só no Brasil homenagear ministro porque...

ruialex (Advogado Autônomo - Administrativa)

Depois, só no Brasil homenagear ministro porque respeita Direitos Humanos. Ou seja, fazer o que tem que fazer merece prévio. É só aqui.

Acho que seria bom lembrar para o Ministro Marc...

ruialex (Advogado Autônomo - Administrativa)

Acho que seria bom lembrar para o Ministro Marco Aurélio não ir acreditando e s eempolgando muito com esse tipo de prêmio, pois quando aposentar vai entender o porquê.

Parabéns a seccional paulista pela homenagem e ...

Délio Lins e Silva Junior (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Parabéns a seccional paulista pela homenagem e obrigado, Ministro Marco Aurélio, pela forma firme, independente e corajosa com que defende os direitos e garantias fundamentais, não importando quem seja o titular das mesmas.

Merecidíssima a homenagem. Quanto aos críticos,...

olhovivo (Outros)

Merecidíssima a homenagem. Quanto aos críticos, cabe aquele velho brocaro: os cães ladram mas a caravana passa. Traduzindo, os linchadores furibundos vociferam mas os direitos fundamentais, no fim, devem se sobrepor.

Além do Cacciola, tem que convidar o "bicheiro"...

Hamil MT (Bacharel)

Além do Cacciola, tem que convidar o "bicheiro" "Turcão, a quem o homenageado ministro soltou 2 vezes e soltará mais uma provavelmente , após o Estado Brasileiro gastar milhares e milhares de reais que poderiam ter sido aplicados nos direitos humanos dos excluídos ( como saúde pro exemplo - morrem milhares de pessoas por falta de recursos básicos). É tudo uma grande hipocrisia: OAB, Poder Judiciário, Mello, Mendes e outros. Este país de instituições cujos representantes só sabem discursar e não trabalhar verdadeiramente, pelo jeito, não vai mudar tão cedo.

Não sei se o Ministro sabe?... Mas ao defender...

Edy (Consultor)

Não sei se o Ministro sabe?... Mas ao defender o direito individual, cumpre o direito ao livre-aribtrio, instituito pela maior autoridade do universo, descrita em Salmos 83:18, " Para que as pessoas saibam que tu, cujo nome é Jeová, Somente tu és o Altíssimo sobre toda a terra." Um povo livre, mas responsável “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” — JOÃO 8:32. LIBERDADE. Que palavra poderosa! A humanidade tem suportado incontáveis guerras e revoluções, bem como incalculáveis distúrbios sociais, por causa do desejo dos humanos de ser livres. Sobre isso, The Encyclopedia Americana diz: ‘Na evolução da civilização, nenhum conceito tem desempenhado um papel mais importante do que o da liberdade.’ 2 Não obstante, quantas pessoas são realmente livres? Quantas sequer sabem o que significa ter liberdade? A Enciclopédia Delta Universal diz: “Para que uma pessoa tenha liberdade completa, não deve haver restrições ao seu pensamento, expressão e ação. Deve saber quais são as suas opções e ter o poder de decisão sobre elas.” Encarando isso assim, conhece alguém que é verdadeiramente livre? Quem pode dizer que ‘não tem restrições ao seu pensamento, expressão e ação’? Realmente, apenas uma pessoa em todo o Universo se enquadra nesta descrição: Jeová Deus. Apenas ele tem liberdade absoluta. Somente ele pode adotar qualquer opção e executá-la apesar de todas as oposições. Ele é “o Todo-poderoso”. — Revelação (Apocalipse) 1:8; Isaías 55:11. Edy - Consultor e-mail: egnngutierrez@hotmail.com

Será que a OAB convidou o ex-banqueiro Salvator...

Andreucci (Procurador de Justiça de 2ª. Instância)

Será que a OAB convidou o ex-banqueiro Salvatore Cacciola para participar da justa homenagem ao Ministro Marco Aurélio?

Não faltou um adjetivo nesse Direitos Humanos? ...

Armando do Prado (Professor)

Não faltou um adjetivo nesse Direitos Humanos? Talvez, "dos privilegiados"?

Em boa hora a OAB/SP presta uma justa homenagem...

toron (Advogado Sócio de Escritório)

Em boa hora a OAB/SP presta uma justa homenagem ao Ministro Marco Aurélio. Defensor intransigente dos direitos e garantias individuais, ele nos dá o gosto de continuar advogar. Independência, humanismo e competência, um trinômio que tanto e tão bem o caracterizam. Parabéns ao eminente Ministro Marco Aurélio e também à OAB/SP pela feliz iniciativa. Alberto Zacharias Toron, advogado, Secretario-Geral Adjunto do Conselho Federal da OAB e Presidente da Comissao Nacional de Prerrogativas.

Comentar

Comentários encerrados em 14/12/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.