Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sangue novo

Senado aprova indicações de três ministros do TST

O plenário do Senado aprovou as indicações dos juízes do Trabalho Pedro Paulo Teixeira Manus (TRT-SP), Fernando Eizo Ono (TRT-PR) e Guilherme Augusto Caputo Bastos (TRT-MT) para assumirem cargos de ministro do Tribunal Superior do Trabalho. O presidente Lula será comunicado sobre a aprovação. Eles foram indicados no dia 19 de julho.

As vagas foram abertas por conta do aumento do número de ministros do TST, de 21 para 27, conforme previsto pela Emenda Constitucional 45. Restam, ainda, outras três vagas a serem preenchidas.

Quando houve votação no Plenário do TST para a composição da lista quíntupla, o juiz Walmir Oliveira da Costa (TRT-PA) foi o que recebeu mais votos. No entanto, o fato não foi considerado na indicação feita por Lula.

Em seguida, os ministros escolheram Caputo Bastos, com 18 votos, e Teixeira Manus, com 13 votos. Na ocasião, Eizo Ono recebeu 11 votos.

Manus

Formado em Direito pela PUC-SP, Pedro Paulo Manus é mestre e doutor em Direito do Trabalho. Ele também é professor da matéria há 30 anos com livre docência na PUC e especialização na Università Degli Studi di Roma, na Itália. Com nove livros publicados, Manus é juiz de carreira desde 1974. Ocupou diversos cargos da magistratura paulista tendo exercido também a função de juiz substituto do TST no ano de 1997.

Eizo Ono

Fernando Eizo Ono já ocupou o cargo de juiz presidente da Junta de Conciliação e Julgamento de Londrina e de Cornélio Procópio. Também foi vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 9 ª Região. Foi professor auxiliar do Departamento de Direito Público da Universidade Estadual de Londrina e coordenador no Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho.

Caputo Bastos

Já Guilherme Augusto Caputo Bastos também é formado em Economia e possui três cursos de especialização na área, dois deles cursados em Brasília e outro na Universidade de Leon, na Espanha. Ocupou os cargos de presidente e vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região entre 1995 a 1999. Autor do livro O Dano Moral do Direito do Trabalho, é autor ainda de mais de 20 artigos.

Revista Consultor Jurídico, 29 de agosto de 2007, 20h21

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/09/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.