Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

O que será ficção? O que será realidade? -Vam...

futuka (Consultor)

O que será ficção? O que será realidade? -Vamos saber ao final com o verecdito o que é uma realidade! O que o Brasil todo sabe é o que a midia divulga. Aos que quiserem ou aqueles que têm interesse poderão e deverão saber após todo o processo acusatório e sua defesa como julgará a nossa JUSTIÇA,, de acordo com os fatos "sem estórinhas nem diz que diz e sem torcida orquestrada e ou organizada". Em minha opinião tem muito mais ai ai ais do que fatos reais.

Engraçado esta. O Brasil todo sabe das maracuta...

allmirante (Advogado Autônomo)

Engraçado esta. O Brasil todo sabe das maracutais, que excedem filigranas jurídicas, positivistas, processuiais. Obvio que instaurado o contraditório, seja mister ouvir os dois lados do disco, mas um já está completamente arranhado. Nenhum técnico poderá salvá-lo. Melhor mesmo é atirar fora com qualquer desculpa, até a mais esfarradada, como apresenta, depois de engordada as burras, claro. Parabéns a meus antecessores, em especial, José Antônio Dias.

Ao ver pela televisão as sustentações orais dos...

Jose Antonio Dias (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Ao ver pela televisão as sustentações orais dos advogados dos ladrões mensais do Congresso, lembrei-me dos tempos de futebol de rua, que discutíamos se foi bola na mão ou mão na bola. Era uma discussão tola, estéril, infantil, como éramos naquela época. Vendo aqueles barbados, alguns velhos esclerosados, esboçando argumentos que chegam às raias da cretinice, lembrei-me, também, que minha avó, sabiamente, argumentava que, depois dos sessenta anos, as pessoas voltavam a ser crianças e seus argumentos beiravam as raias da infantilidade. Foi, exatamente o que aconteceu no plenário do STF dia 22/08/07. Valeu como espetáculo infantil.

O que dizer a não ser :POBRE BRASIL!

Neli (Procurador do Município)

O que dizer a não ser :POBRE BRASIL!

Uma coisa me chama a atenção : todos os Advogad...

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

Uma coisa me chama a atenção : todos os Advogados são do "círculo" de Márcio Thomas Bastos !!! Aquele do Ministério da Justiça, lembram-se ??? acdinamarco@aasp.org.br

É latente, a armação me parece generalisada em ...

Luiz P. Carlos (((ô''ô))) (Comerciante)

É latente, a armação me parece generalisada em detrimento do esforço do PGR. Anotem: Esse julgamento é a gota d'agua da desordem nacional. 1o. - Quadrilha não se julga em separado. 2o. - O STF e a PGR para formalisar acusações nestas condições perderiam, para atender fielmente a individualidade formal, pelo meno meia decada. 3o. - Pessoalmente entendo que isso é uma orquestra gigantesca que envolve a toodos STF e os 40 ladrões. Pelo que assisti nesta preliminar, ficou claro que o crime esta enrraisado e institucionalisado definitivamente. Quanto maior a quadrilha mais certa sera a impunidade. POBRE DO POVO BRASILEIRO DORA VANTE... ************************************** MENSALÃO – ORIGEM DOS RECURSOS. 09.08.2005 - OPINIÃO DO ELEITOR. Precatórios e Títulos da Divida Externa é matéria do Supremo Tribunal Federal. CVM, Bco. Central, Fundos de Pensão e Presidência da Republica também são. Senado, Câmara Federal e Deputados fazem parte deste foro privilegiado. Só a Policia Federal poderá investigar tais Entidades e Pessoas “se” o STF autorizar. Por que o esquema do mensalão não caiu e nem vai cair... O PRESIDENTE esta protegido pelo STF que expedem Hábeas Corpus a depoentes na CPMI. O fiador do mensalão é o Executivo, com aval do Bco. Central, Fundos de Pensão e CVM. A fonte dos recursos são Títulos da Divida Externa (TDE) e Precatórios (IN VALORE). É um esquema Político de corrupção Nacional coagindo e cooptando empresários temerosos. Tem haver com os Poderes da República como um todo, vinculados ao Mercado de Capitais. - Então como funciona, quem comanda, quem da sustentação e quem são os beneficiários (?). O doleiro promove a captação de Títulos (TDE) e PRECATORIOS direcionando aos credores. Credores são Fundos de Pensão e os Bancos, que compram ou permutam os Títulos. Compram com deságio, permutam via privatizações ou supostos recursos de campanha, etc. Posteriormente o Titulo é super avaliado e resgatado com ágio pelos operadores do governo. O resgate via leilões em sintonia com credores combinados e monitorados pelo esquema. Acabando os títulos decreta novo débito - impagável.(Ex.devolver impostos a contribuintes) Gerando novos precatórios que serão resgatados com deságio, abastecendo o esquema. Daí não haver Fiador com lastro; os Títulos,TDE e Precatórios são as garantias, a fiança. O Executivo reconhece. O Legislativo endossa. O judiciário garante. Assim sendo se limpa o dinheiro se justifica a origem e o destino “sem levantar suspeitas”. Havendo impasses de ordem fiscal e tributaria imediatamente é acionado a CVM e o BC. Havendo litígios de ordem Jurídica ao tribunal competente para dirimir, o STF. Ambos se acionados, viabilizam e dão legitimidade na “forma da Lei” as operações. Daí eles não quebrarem o sigilo dos Bancos e Fundos de Pensão (Captadores). Daí eles não autorizarem as buscas no Banco Central (Certificadores e Expedidores). Daí o silêncio comprometedor da CVM (Órgão Fiscalizador). Daí a declaração purgatória do STF quando inquirido pela Policia Federal em Brasília... - Se abrirmos os computadores dos Fundos e do Banco Central o País vai ficar ingovernável...! - Ingovernável...? - Claro...! - Sem Poder Judiciário não há nação que se sustente. Ainda que se mude o Presidente...! Luiz Pereira Carlos. Rio de Janeiro – Brasil. ***************************************************************************** De: Dep. Delfim Netto Para: Luiz Pereira Carlos Recebido: 11/08/05 10h28min Assunto: RES: MENSALÃO - ORIGEM DOS RECURSOS. Caro Senhor Luiz Pereira Carlos, "Si non è vero, è bene trovato". Cordialmente, Antonio Delfim Netto.

É certo que o caso representou um dos maiores e...

olhovivo (Outros)

É certo que o caso representou um dos maiores escândalos da história contemporânea do Brasil. A julgar, todavia, pelo percentual de denúncias ineptas que o MPF costuma oferecer, não será surpresa nenhuma se, em relação a muitos acusados e a vários dos crimes imputados, haja rejeição por inépcia. O STF vem demonstrando ser um dos poucos tribunais que não se dobram ao estardalhaço. Denúncia de "baciada" é campo fértil para inépcias. É esperar para ver.

Quando as pessoas assumem ares de desentendidas...

Gilberto Aparecido Americo (Advogado Autônomo - Criminal)

Quando as pessoas assumem ares de desentendidas é melhor ignorar. Que drama criado em torno de mera aceitação ou não de denúncia! Um grande e lamentável espetáculo! Houve até quem sugerisse o adiamento da decisão mediante a alegação de que um dos advogados constituidos deixara de se manifestar e que a omissão redundaria em prejuízo à defesa. Pelo andar da carruagem, e se as estatísticas relativas às condenações feitas pelo STF, divulgadas pela imprensa, estiverem corretas, o percentual de absolvições será engrossado. Que pena!

Poucos foram os casos mais sérios e aviltante...

Richard Smith (Consultor)

Poucos foram os casos mais sérios e aviltantes ocorridos na nossa triste república do que estes, referentes ao famoso "mensalão", que consistiu, em nada mais e nem nada menos, do que no desvio de RECURSOS PÚBLICOS, por parte da quadrilha "que aí está", para a compra, para a cooptação de um outro Poder da república! Seria como se o partido no governo, comprasse juízes do Poder Judiciário para obter sentenças a seu favor!!! Crime político e gravissimo! Engendrado por José Dirceu, executado pelos próceres do PT e com o conhecimento e anuência do Abortista/Excomungado que ora freqüenta a Cadeira Presidencial e que era, em última análise, o beneficiário direto da maracutaia! De se recordar ainda, ente outras coisas, que: a) todos os recebimentos da PROPINA, do SUBORNO, foram rastreados e contavam com a assinatura dos beneficiários ou dos "paus-mandados" a seu serviço; b) o revolucionário de boteco Dirceu - o antigo delfim do regime e atual misterioso e bem sucedido "consultor" - disse várias vezes: "Tudo o que faço é com o conhecimento do presidente". c) E que até hoje os bancos, supostamente emprestadores da "granolina" a Marcos Valério, não ajuizaram nenhuma ação de execução a respeito dos supostos contratos de empréstimo.

Comentar

Comentários encerrados em 30/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.