Consultor Jurídico

Notícias

Adeus ao Supremo

Sepúlveda Pertence oficializa saída do Supremo Tribunal Federal

Comentários de leitores

19 comentários

Vossa Excelência operou com maestria o Direi...

Fabio Campos Monteiro de Lima (Assessor Técnico)

Vossa Excelência operou com maestria o Direito não só naqueles conturbados episódios ocorridos na Unb, mas também nos períodos subsequentes, contribuindo de forma determinante para uma Sociedade mais Justa, sendo um Cidadão que será simplesmente inesquecível na história de nosso País. Parabéns e muito obrigado Dr. José Paulo Sepúlveda Pertence. Fábio Campos Monteiro de Lima - Fabiocmdl@yahoo.com.br

Todos os nomes elencados são de grande respeito...

Guto (Bacharel - Administrativa)

Todos os nomes elencados são de grande respeito, ilibada postura e conhecimento inquestionável. Entre tantos talentos, seria o Prof. Fachin um dos nomes muito acertado, diferente do que disse no primeiro comentário a promotora de Antonina, Maria Mello, dizer que qualquer nome desses indicados só entende de um ramo do Direito, e dizer que no PR toda a decisão é política, é com certeza estarrecedor.

Luiz Edson Fachin não pelo amor de Deus. O car...

MMello (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Luiz Edson Fachin não pelo amor de Deus. O cara entende de direito de família e nada de direito penal. Além do mais os julgamentos dele que envolvessem o Estado do PR seriam todos a favor deste, pois no PR tudo é política. Vejam o caso daquela Ministra Denise Arruda do STJ que é do PR e foi Desembargadora do TJPR, é um zero a esquerda no STJ. Quando ela chegou lá, diz que ficou espantada com 6 mil processos. Ah Ministra, vá para o espaço, eu tenho 20 mil processos em uma Comarca de entrânica inicial. Quem se espanta com volume de processos é porque nunca atuou de verdade.

A OAB tem se mostrado que é bastante amiga - si...

lucineia (Professor)

A OAB tem se mostrado que é bastante amiga - sincera - de ministros do STF e estes ficam tão felizes. Realmente, é uma linda estória de sincera amizade. Parabéns ao ministro aposentado, que certamente merece tais amizades.

Faço também meus os brilhantes e oportunos dize...

Wagner Rago da Costa (Advogado Sócio de Escritório)

Faço também meus os brilhantes e oportunos dizeres do eminente Advogado, Dr. Délio Lins e Silva Júnior. Perdem o STF e os jurisdicionados; ganham a OAB e a Advocacia. "O bom filho à casa torna."

Dia de luto para o Poder Judiciário. O STF perd...

Délio Lins e Silva Junior (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Dia de luto para o Poder Judiciário. O STF perde seu melhor Ministro. O país perde um grande defensor da justiça na Corte Suprema. Mas se para algúém a aposentadoria do Ministro Pertence poderia servir de estímulo, pode-se dizer que esse alguém é a OAB. A advocacia lhe dá as boas vindas Ministro Pertence. Os advogados recebem de volta, e com os braços abertos, um dos maiores representantes que a classe teve outrora, e volta a ter doravante. Ministro Pertence, seus ensinamentos durante os anos de atuação pública se perpetuarão e seguirão de norte não apenas aos Ministros que ficam no Supremo, mas, principalmente, para as futuras gerações de operadores do direito que virão. Vida longa e muita alegria na nova etapa!!!!

Luiz Edson Fachin não pelo amor de Deus. O car...

MMello (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Luiz Edson Fachin não pelo amor de Deus. O cara entende de direito de família e nada de direito penal. Além do mais os julgamentos dele que envolvessem o Estado do PR seriam todos a favor deste, pois no PR tudo é política. Vejam o caso daquela Ministra Denise Arruda do STJ que é do PR e foi Desembargadora do TJPR, é um zero a esquerda no STJ. Quando ela chegou lá, diz que ficou espantada com 6 mil processos. Ah Ministra, vá para o espaço, eu tenho 20 mil processos em uma Comarca de entrânica inicial. Quem se espanta com volume de processos é porque nunca atuou de verdade.

Hoje o Noblat colocou isso. Por que Pertence...

Michael Crichton (Médico)

Hoje o Noblat colocou isso. Por que Pertence pediu a aposentadoria antes do tempo Por telefone, dona Suely, mulher do ministro do Supremo Tribunal Federal Sepúlveda Pertence, disse ao repórter do blog Diego Amorim que o marido encara "como uma coincidência" a aposentadoria às vésperas do julgamento inicial do Caso do Mensalão. Segundo ela, desde o início do ano, Sepúlveda havia tomado a decisão de que iria se aposentar ainda em agosto. Ele chegou a dizer em casa que estava preparado para julgar o mensalão. Recentemente, o ministro mostrou-se bastante preocupado em ter sua biografia manchada por conta da aposentadoria antecipada. Dona Suely revelou que o principal motivo que levou o marido a pedir ontem sua aposentadoria foi uma recomendação médica. Por conta do estresse, ele sentia dores nas costas, nas articulações e nas pernas. O estado poderia se agravar se continuasse no cargo. O ministro chegou a ser internado algumas vezes. Ele faz hidroterapia diariamente. A sessão de hoje será a última de Sepúlveda Pertence como ministro do STF. "Estou me sentindo triturada, como se tivesse levado uma surra, foi muita tensão emocional, muita pressão, ele não deixava nada claro para mim. Ele está muito preocupado com o que os outros vão falar, mas eu disse a ele que todos sabem que ele nunca fugiu da guerra e que o mais importante é sempre a saúde", contou dona Suely.

O Min. Pertence merece nossa admiração e respei...

Orlando Maluf (Advogado Sócio de Escritório)

O Min. Pertence merece nossa admiração e respeito. Exerce seu direito, que a meu ver não adianta ser discutido, após honrar com brilho seu importante cargo. Espero que seu (sua) substituto(a) tenha dele um mínimo de sua competência e sensibilidade.

1. Alguns comentários raivosos contra o Min. Se...

Alochio (Advogado Sócio de Escritório - Administrativa)

1. Alguns comentários raivosos contra o Min. Sepúlveda. Pena que a raiva poderia ser substituída pela sensatez. 1.1. Todo ministro do STF é "indicado" por alguém; e isto não faz com que "ninguém PERTENÇA a ninguém" ( ... ninguém é de ninguém?? ... uauuuu ... que loucura deve ser aquilo!!). Voltando a falar sério: Especialmente aquele que sempre PERTENCEU aos que se contam dentre os HONRADOS. Não vi, no comentário sobre a indicação, nada que desabonasse o MINISTRO; foram apenas farpas contra a Constituição e contra "quem o indicou". Meio injusto culpar alguém por eventuais deslizes de terceiros ou por uma porcaria de Constituição. 1.2. Por outro PEDIR A APOSENTAÇÃO, é praxe. Não se espera a DATA DO ANIVERSÁRIO. Pelo contrário: é um ato de honradez e de organização! Muitos ESPERAM ATÉ O ÚLTIMO DIA, só para ver se FICAM MAIS UM POUQINHO (agarrados ao poder) até que tramite o procedimento de aposentação! Vimos isso alguns meses atrás, aqui mesmo no CONJUR, até com ações judiciais para "ficar além dos 70 anos"!! Caro amigo comentarista, até o deferimento da aposentação, ele estará NA ATIVA. E, mesmo que não estivesse ... sinceramente ... acha mesmo que em pouquímos dias o tal processo vai ser julgado?? Só mesmo uma TEORIA CONSPIRATÓRIA INQUISITORIAL acreditaria que o Min. Sepúlveda estaria, com o chegar de sua idade de 70 anos, "fugindo da raia". 3. A exemplo do Dr. Toron, primeiro a comentar o artigo, preciso confessar a imorredoura admiração ao Dr. Pertence. Exemplo de Juiz, de Homem e de Caráter. Não creio que PASSADO possa absolver ninguém ... mas, JOGAR LAMA NO PRESENTE, sem fundamentos ... também já é demais! 4. Conjecturas esparsas não podem desabonar uma pessoa tão Nobre.

A vida laboral, tem dois momentos extremamente ...

Luís da Velosa (Bacharel)

A vida laboral, tem dois momentos extremamente sensíveis e perigosos: o do começo e o do fim. "Atentai bem", homens de pouca fé!

Com todo respeito pela idade, já foi tarde. Ufa!

ruialex (Advogado Autônomo - Administrativa)

Com todo respeito pela idade, já foi tarde. Ufa!

O Dr. Pertence "pertencia" a quem lhe nomeou. P...

allmirante (Advogado Autônomo)

O Dr. Pertence "pertencia" a quem lhe nomeou. Poderia S.Exa., malgrado sua respeitável biografia, proferir algum voto contrário ao padrinho, este autor do estelionato eleitoral do pano cruzado, eleito presidente de modo ilegítimo e senador por um território que jamais pisou? Para onde tudo convergiu? Para uma constituição surrealista, mantenedora do Estado de Exceção, por Medidas Provisórias e outras cositas más. Engraçada nossa democracia, que alguém já disse democrafria: todos dependem do Executivo. Haja politicagem. As brigas pelas roupas dos falecidos retornam ao ringue dos lobbyes. Instituir concurso para tal galardão? Ora, talvez fosse pior. Ou há em nosso País quem acredite em concursos? Nem para misses.

Vejam o que o Ricardo Noblat comentou no blog d...

Michael Crichton (Médico)

Vejam o que o Ricardo Noblat comentou no blog dele. Comentário meu: Dono de uma das mais impecáveis biografias da história do Judiciário brasileiro, Pertence conseguiu arranhá-la ao ceder à pressão de amigos para se aposentar antes da data prevista. Ele não deixará o Supremo para ficar de fora da decisão a ser tomada por seus pares quanto ao pedido de abertura de processo contra 40 pessoas denunciadas pelo Procurador Geral da República no Caso do Mensalão. Pertence decidiu sair agora para facilitar a eventual promoção a ministro do STF de Carlos Alberto Menezes Direito, atual ministro do Superior Tribunal de Justiça. Carlos Alberto esteve cotado para ser ministro do STF pelo menos três vezes. Completará 65 anos de idade no próximo dia 5 de setembro. Para assumir a vaga de Pertence, terá que ser nomeado e empossado antes do dia 5. É o que diz a lei. E só poderá ficar no cargo por cinco anos. A aposentadoria aos 70 anos é compulsória. Ao deixar o STF às vésperas do julgamento inicial do Caso do Mensalão, Pertence alimentará a suspeita de que não quis participar dele. Afinal, ele é amigo do ex-ministro José Dirceu. E Dirceu é um dos 40 denunciados pelo Procurador Geral da República. Ao fim e ao cabo, Pertence foi injusto com ele mesmo.)

Concordo com Toron. O Brasil e o Poder Judiário...

Carlo Frederico Müller (Advogado Sócio de Escritório)

Concordo com Toron. O Brasil e o Poder Judiário perdem um de seus maiores Juízes. Seu brilhantismo fará muita falta em nossa Corte Suprema. Não são muitas gerações de advogados que tem o privilégio de ver o trabalho jurídico e a coragem de homens como o Ministro Pertence. Estou contudo muito honrado em poder lhe dar as boas vindas para a OAB, sem dúvida nossa casa se ilumina com sua presença. Carlo Frederico Müller – Advogado.

Boa sorte, Dr. Pertence! E muito obrigado pela ...

Expectador (Outro)

Boa sorte, Dr. Pertence! E muito obrigado pela sua enorme contribuição para o brilhantismo das decisões do STF, durante muitos anos. Hoje, infelizmente, o Tribunal decide com enorme carga de ideologia política, diversamente de quando do seu ingresso naquela Corte. Que pena! Deixará enorme saudade.

E (o staff de) Lula vai indicar mais um... cert...

Luismar (Bacharel)

E (o staff de) Lula vai indicar mais um... certamente, ultra-mega-liberal arqui-garantista, ou, como diria um outro aí: "pró-bandido".

Tal como escrita a notícia, até parece que o Dr...

Michael Crichton (Médico)

Tal como escrita a notícia, até parece que o Dr. Toffoli já está nomeado como sucessor do ministro Eros Grau. E pensar que saiu o Anuário do Conjur ainda com o Min. Sepúlveda...

Estamos órfãos! Perdemos um grande juiz. O min....

toron (Advogado Sócio de Escritório)

Estamos órfãos! Perdemos um grande juiz. O min. Pertence deixou marcas profundas na jurisprudência da Suprema Corte e não me esqueço dos embates dele com o Min. Moreira Alves. Que o Altíssimo ilumine os caminhos desse grande homem, permitindo-lhe novas grandes realizações. Aliás, a advocacia brasileira deve-lhe uma grande homenagem. Alberto Zacharias Toron, advogado e admirador de carteirinha!

Comentar

Comentários encerrados em 23/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.