Consultor Jurídico

Comentários de leitores

29 comentários

O ex-Presidente OCTÁVIO GOMES está perdendo a g...

Fernando Bornéo (Advogado Autônomo)

O ex-Presidente OCTÁVIO GOMES está perdendo a grande chance de ficar calado. Depois de longos anos de pura safadeza à frente da OAB/RJ, período em que trabalhou apenas para valorizar sua imagem e sua carreira, trabalhando para a nomeação, pelo 5º constitucional, do ex-advogado da TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S/A, controladora da TELEMAR NORTE LESTE S/A, MESSOD AZULAY NETO para DESEMBARGADOR DO TRF da 2ª Região, quando na lista sextupla tinham 5 outros profissionais com o mesmo saber jurídico e SEM COMPROMETIMENTOS QUAISQUER. O efetivo trabalho do Dr Octávio Gomes lhe rendeu um belo contrato para defender, de forma terceirizada, a Concessionária que o Dr. Messod Azulay Neto defendeu com muito afinco, in casu a TELEMAR NORTE LESTE, que explora o STFC, e a OI, que tem como nome social a TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S/A, muito embora os vigaristas que a controlam queiram convencer ao povo brasileiro que a TELEMAR AGORA É OI. Dr. Octávio Gomes, aproveite a oportunidade e FIQUE QUIETO"

Paulo Augusto Realmente o D'Urso,(D'Raposa), l...

João Santana (Advogado Autônomo)

Paulo Augusto Realmente o D'Urso,(D'Raposa), lembra o que Moreira da Silva já cantava: "Há muito eu andava persuadido que tu eras um sabido com carinha de otário...." Mais apropriado impossível,pois extraido da música 'Resposta ao amigo Urso'... Saudações matogrossenses!

Trêfegos, sôfregos, fibrilantes, aflitos, salti...

Paulo Augusto Silva Novaes (Advogado Autônomo)

Trêfegos, sôfregos, fibrilantes, aflitos, saltitantes, brilhantinosos e ademanosos. E, portanto, cansados. Aliás, exaustos, esses "socialites" paulistas. Golpistas, "comme d'habitude." E que, "ça va sans dire", cooptaram, abduziram o D'Urso, que, "a propos" pode desfrutar, "comme il faut" seu inquestionável personalíssimo direito de sentir-se exausto. Então, fiquemos assim, com uma calorosa saudação carioca: "AMIGO D'URSO, SAUDAÇÕES POLARES..." ( d'après Moreira da Silva ? )

O comentário é para o Dr. Pedro Massena.

Michelle Chagas da Silveira (Bacharel)

O comentário é para o Dr. Pedro Massena.

Prezado Dr. Fernando Massena, Com todo o res...

Michelle Chagas da Silveira (Bacharel)

Prezado Dr. Fernando Massena, Com todo o respeito, quem é o senhor para falar em pequeno atraso? Inicialmente a data prevista para a divulgação do resultado dos recursos foi dia 20/07, depois passou para o dia 27/07, e depois 31/07, e depois 03/08, e somente no dia 09/08 às 17hs consegui obter a resposta do meu recurso, que sequer foi corrigido. Vocês demonstraram mais uma vez, que só estão interessados em fazer política e obter vantagem. Por que somente no último dia de inscrição do exame de ordem, vocês divulgaram o resultado dos recursos? Fui obrigada a pagar mais R$125,00 de taxa de inscrição, para o próximo exame que será no domingo, dia 19/08. Por que os bacharéis não conseguem ter acesso a presidência, gostaria muito de ter a possibilidade de mostrar a minha prova para o Dr. Wadih. Desafio qualquer professor de direito do trabalho a corrigir a minha prova, pois estou sendo impedida de exercer regularmente a minha profissão, por essa excrescência do direito. Lembrem-se do “JURAMENTO DO ADVOGADO: "Prometo exercer a advocacia com dignidade e independência, observar a ética, os deveres e prerrogativas profissionais e defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado Democrático, os direitos humanos, a justiça social, a boa aplicação das leis, a rápida administração da justiça e o aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas."

Prezado Dr Raul Haidar A OAB possui hierarqu...

Fernando (Professor Universitário)

Prezado Dr Raul Haidar A OAB possui hierarquia, eleições e seu presidente como representante formal da Ordem pode e deve tomar as decisões que lhe são pertinentes. No entanto, essas decisões não são imunes à críticas, e muitas vezes não são orientadas por interesses nobres. Tenho convicção de que o Direito no Brasil não se constrói com esse sectarismo de que a opinião de juiz, de professor, ou de qualquer outro operador jurídico deva ficar limitada no seu respectivo campo de atuação, tampouco haja essa relação de subordinação, no que eu acredito ser um DIÁLOGO, inerente a um espaço público. O senhor descontextualiza a frase do brilhante dramaturgo inglês Bernard Shaw a fim de desprestigiar o ofício de professor.... Fique tranqüilo Dr Haidar, não é necessário citar dramaturgos, romancistas, ou congênere, o senhor está no Brasil e a porção majoritária de estadistas, governantes, políticos pensam, assim como o senhor, que a atividade docente não merece prestígio algum, vide a remuneração e o escasso incentivo a esta classe, cujo reflexo, dentre outras coisas, é a má qualidade do ensino jurídico, paradoxalmente lembrada pelo senhor em outra ocasião. Gostaria que num debate num foro como esse, o senhor discutisse as idéias aqui expostas, com ARGUMENTOS, e não tentasse desqualificar as pessoas que emitem opiniões por serem elas juízes, promotores, advogados, professores ou estudantes de Direito. Boa Semana

Ilustre Professor: A OAB não pode se orientar p...

Raul Haidar (Advogado Autônomo)

Ilustre Professor: A OAB não pode se orientar por opiniões de professores nem de juizes. A OAB é uma corporação de ofício e deve orientar-se pela opinião majoritária de seus membros. Tal maioria deu ao atual Conselho um mandato temporário para representá-la e isso o atual Conselho faz muito bem. Quem precisa de opinião de juiz são os seus subordinados, desde o escrivão até o porteiro do forum. Quem precisa de opinião de professor é aluno. Sou, como qualquer Advogado, um eterno aprendiz, mas há mais de trinta anos já não sou aluno de ninguém. E como disse Bernard Shaw : "Quem sabe faz, quem não sabe ensina..." Boa tarde.

Dr Raul Haidar Esse mesmo artigo 44 da lei 890...

Fernando (Professor Universitário)

Dr Raul Haidar Esse mesmo artigo 44 da lei 8906 enumera outras finalidades da OAB como “defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado democrático de direito, os direitos humanos, a justiça social”. Participar de um movimento contrário ao veto à Emenda 3 é uma decisão política sim. E interpretar essa ação como “pugnar pela boa aplicação das leis” é algo totalmente subjetivo nesse caso, de Hermenêutica também, e não algo puramente técnico como o senhor sustenta. Remeto os leitores ao artigo “Reforma trabalhista: Emenda 3 é conversa fiada vestida de paramentos de jurídicos”, de João José Sady, publicada in Consultor Jurídico, 16 de março de 2007. Na minha opinião, e da Associação dos Juízes para a Democracia por exemplo, dentre vários outros órgãos, a OAB/SP não deveria encampar esse de movimento de oposição ao veto à Emenda 3, pois trata-se de uma medida que fragilizaria o vínculo trabalhista e favoreceria a informalidade. Em relação ao movimento Cansei, já me manifestei em resposta ao senhor em outra notícia desse sitio. O fato de discordar da opinião do senhor em relação ao tema em questão não me caracteriza como desinformado. E concordo com o senhor, realmente o ensino jurídico não vai bem, isso é um problema antigo, desde a fundação das faculdades de Direito no Brasil é possível afirmar, nos é mostrado com brilhantismo por Sergio Adorno em sua obra “Os aprendizes do Poder. Espero que possamos mudar esse quadro.

O "manifesto" da oposição beira o ridículo. For...

Pedro Massena (Advogado Associado a Escritório)

O "manifesto" da oposição beira o ridículo. Foram 16 anos com o mesmo grupinho no comando da OAB/RJ, frise-se, que elaborava toda sua política em torno da perpetuação no poder. Encontros nababescos de dirigentes no interior, indicação de irmão para o quinto constitucional (que acarretou na inédita devolução da lista pelo Tribunal), falência da caarj, compra duvidosa de terreno para contrução de um hospital imaginário. Todos estes são exemplos da falta de legitimidade destes senhores para falar em nome dos advogados. Ninguém aguentava mais, então, que continuem onde estão: fora da OAB/RJ!!

É importante esclarecer que o pequeno atraso na...

Pedro Massena (Advogado Associado a Escritório)

É importante esclarecer que o pequeno atraso na correção das provas da segunda fase do último exame de ordem ocorreu devido à adequações técnicas ao recém contratado sistema da CESPE/UNB. Contudo, é óbvio que a mudança é benéfica e confere segurança e lisura à prova, ao contrário do afirmado por outra pessoa anteriormente. Antes a própria OAB elaborava, aplicava e corrigia as provas, possibilitando desse modo toda sorte de problemas. Os cursinhos que recebiam informações suspeitas antes das provas faturaram muito com a fragilidade do sistema. Agora o sistema está mais seguro e é melhor aguardar um pouco, porém ter a certeza da legalidade da prova.

Equivocou-se o comentarista que disse que o Dr....

Raul Haidar (Advogado Autônomo)

Equivocou-se o comentarista que disse que o Dr.D’Urso teria "...utilizado a OAB/SP politicamente ...ao envolver a instituição na defesa do veto à Emenda 3...." A questão da Emenda 3 nada tem a ver com uso "político". Trata-se de questão técnica posto que se pretendeu dar a agentes fiscais poderes para conceituar o que é ou o que não é empresa, olu seja, para descaracterizar como tal os prestadores de serviço morganizadois como pessoas jurídicas. A lei 8906 , no artigo 44, I, diz que uma das finalidades da OAB é "pugnar pela boa aplicação das leis". Ao manifestar-se sobre aquela questão, a OAB cumpriu o que a lei manda. Não se trata, pois, de uma ação "política" no sentido que ljhe atribiu o desinformado comentarista. O movimento CANSEI não se reporta apenas aos acidentes aéreos. As questões levantadas são muito mais amplas e guiardam relação com a enorme quantidade de falhas ou omissões governamentais. Por isso é movimento cívico que a OABSP lidera não porquer quer, mas porque essa é, legal e históricamnente, sua função e sua vocação. Ao que parece uma das razões que provocam a má qualidade do ensino em geral é a desinformação dos professores.

Caro professor Fernando, faço minhas as suas pa...

balai (Advogado Autônomo - Civil)

Caro professor Fernando, faço minhas as suas palavras e, do próprio D'Urso em contrário senso, quando afirma para ao jornal: "Para D’Urso, a crítica é uma tentativa do grupo fluminense de adiantar o processo interno de eleições da OAB nacional."

Gostaria de aproveitar o manifesto para denunci...

Michelle Chagas da Silveira (Bacharel)

Gostaria de aproveitar o manifesto para denunciar a falta de lisura no 32º Exame de Ordem do Estado do Rio de Janeiro. A "Nova OAB" conseguiu demonstrar no 32º Exame de Ordem que não possui competência para cumprir os seus prazos e sequer dignidade em honrar com suas promessas de campanha. Pois ingressei com recurso contra o resultado da prova prático profissional na área de Direito de Trabalho, e para a minha surpresa, obtive resposta bem diferente do que foi recorrido, inclusive com citações que sequer fiz em minha prova. É muito fácil divulgar em rede nacional a incompetência dos bachareis em Direito, só que é mais fácil ainda mostrar a falta de lisura num Exame tão importante como este. Estou disponibilizando a minha prova, bem como o gabarito oficial divulgado e o resultado do meu recurso para esclarecimentos.

Esse movimento “Cansei” é uma canoa furada e se...

Embira (Advogado Autônomo - Civil)

Esse movimento “Cansei” é uma canoa furada e se os dirigentes da OAB forem, de fato, tão inteligentes quanto parecem, devem pular fora o quanto antes. O “leitmotiv” desse movimento são os acidentes ocorridos com o Gol, há quase um ano, e o avião da Tam. O acidente da Gol, está mais que evidente, foi causado por falha dos pilotos americanos que deixaram o transponder desligado e não seguiram o plano de vôo. Já, sobre o acidente do avião da Tam, a Época publica: “a caixa-preta de dados do Airbus mostra que os pilotos Kleyber Lima e Henrique Stephanini di Sacco acionaram corretamente as manetes que aceleram as turbinas no pouso anterior do avião, em Porto Alegre. No pouso em São Paulo, o gravador registra que a manete da turbina direita não se movimentou nem sequer um grau, permanecendo em ponto de alta aceleração. Foi essa leitura que levou o computador do avião a desativar o acionamento automático dos freios aerodinâmicos das asas, impedindo a frenagem, mantendo a aceleração e levando o avião a ultrapassar a pista e explodir junto ao prédio da TAM Express. Esses dados confirmam a hipótese principal do acidente, de falha operacional de posição das manetes (alavancas de controle da potência das turbinas). Mas como é unanimidade entre os pilotos de que nenhum profissional deixaria as manetes em posições contraditórias, aumenta a hipótese de uma falha eletrônica dos sensores”. Traduzindo: falha do equipamento de vôo e não do Lula. Melhor a elite protestar, sem melindres, contra a queda dos juros, que já deve estar incomodando a chamada “turma da bufunfa” (vide artigo de Paulo Nogueira Batista Jr, na Folha de 9.8.07).

Esta oposição cansada e cansativa está transfor...

Fernando (Professor Universitário)

Esta oposição cansada e cansativa está transformado a OAB no palco das disputas políticas mais mesquinhas. Espero que os leitores não esqueçam do fato do D’Urso ter utilizado a OAB/SP politicamente já uma vez ao envolver a instituição na defesa do veto à Emenda 3, remeto os leitores ao artigo “Fiscal não é juiz”, in Revista Consultor Jurídico, 2 de maio de 2007. É sempre bom termos isso em mente na hora de escolhermos o novo representante nacional da OAB.

Gostaria de esclarecer alguns pontos importante...

Marcello Oliveira (Advogado Associado a Escritório)

Gostaria de esclarecer alguns pontos importantes para que o leitor desta prestigiosa publicação não seja iludido. Primeiro, os Drs. Silvio Kelner e Celestino da Silva Junior nunca foram presidentes da OAB-RJ. Segundo, o Sr. Oscar Argollo presidiu a entidade por dois meses. Resta, portanto, a assinatura dos colegas Octavio Gomes e Celso Fontenelle, que muito pouco contribuíram, nos 12 anos consecutivos que presidiram a entidade, para a advocacia fluminense.

Aqui no Brasil, deveria haver a chamada vincula...

Zé Mário (Advogado Autônomo - Administrativa)

Aqui no Brasil, deveria haver a chamada vinculação, ou seja, quando uma autoridade emite ou defende algo sobre determinado assunto (vide anac) e constata-se que era uma inverdade ou algo parecido, esta autoridade deveria ser punida. Aqui qualquer um fala e faz o que quer e nada acontece. Todos que assumem um determinado cargo deveria ficar inelegivel por pelo menos 5 anos apos deixar este cargo, pois, o que vemos é tão somente, a finalidade de eleição quando do exercício de qualquer cargo. (promotores, delegados, chefes de policia, comandantes, e por aí vai.). No fim sempre vai ser a mesma coisa: a manifestação da oposição, falando o que deveria ser feito hoje, quando na verdade, esta fazia ontem.

O Sr Velmovitsky está totalmente correto. É nít...

Nelson Cooper (Engenheiro)

O Sr Velmovitsky está totalmente correto. É nítido como a OAB-Rj está, neste momento, em sintonia com a atualidade, atendendo não só aos anseios dos advogados fluminenses, como também à sociedade em geral.

Cansei do "Cansei"!!!

Ruberval, de Apiacás, MT (Engenheiro)

Cansei do "Cansei"!!!

O manifesto divulgado pela oposição esta divorc...

Arnon Velmovitsky (Advogado Associado a Escritório)

O manifesto divulgado pela oposição esta divorciado da realidade agora vivida pela advocacia fluminense. A OAB-RJ, sob o comando de Wadih Damous, esta devolvendo aos advogados a dignidade perdida ao longo do tempo. As conquistas decorrentes do trabalho arduo, com posicionamentos em prol da modernidade, não poderia causar outro sentimento aos subscritores do malfadado manifesto. O "cansei" é movimento elitista, afastado dos verdadeiros e legitimos anseios dos verdadeiros brasileiros. A OAB-RJ finalmente encontrou o rumo da seriedade, da competência, do trabalho sério e da democracia. Arnon Velmovitsky

Comentar

Comentários encerrados em 17/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.