Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Volta ao trabalho

Greve do Metrô em São Paulo é abusiva, decide TRT paulista

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (São Paulo) considerou nesta sexta-feira (3/8) abusiva a greve dos metroviários de São Paulo. Os funcionários devem retornar ao trabalho.

Por cinco votos, os juízes da Seção Especializada em Dissídios Coletivos concordaram com a relatora Cátia Lungov. Ela exigiu que o Sindicato dos Metroviários pague multa diária de R$ 100 mil por não manter 85% do serviço funcionando nos horários de pico e de 60% da frota nos demais horários, conforme havia sido determinado a vice-presidente judicial do TRT-SP, juíza Wilma Nogueira de Araújo Vaz da Silva.

O valor deve ser revertido para Hospital São Paulo, Hospital das Clínicas e Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Cátia recomendou, ainda, que a Secretaria da Segurança Pública do Estado crie um grupo especial para lidar com tumultos como o ocorrido na quinta-feira na entrada da estação da Luz, no centro.

Na última terça-feira, o Sindicato dos Metroviários havia se comprometido, durante audiência no Tribunal, em adiar a greve por uma semana e retomar as negociações com o Metrô. Em assembléia, entretanto, os metroviários decidiram pela paralisação.

O Sindicato dos Metroviários e a Companhia do Metropolitano de São Paulo não conseguiram acordo para encerrar a greve que paralisou parte dos serviços do Metrô na quinta-feira.

Durante a audiência na quinta-feira, o representante do Ministério Público do Trabalho, procurador Sidnei Alves Teixeira, observou que “da leitura dos presentes autos, salta aos olhos que a greve foi exercida de modo abusivo, em total contradição aos termos da Lei 7783/89”.

Processo 20.313.2007.00002.008

Revista Consultor Jurídico, 3 de agosto de 2007, 17h09

Comentários de leitores

19 comentários

Abusiva não, é atentado terrorista contra a pop...

Bira (Industrial)

Abusiva não, é atentado terrorista contra a população. Muitos trabalhadores, eu incluso, nem sabemos a cor da PLR. Circo com o povo. Demissão e cadeia, pelo menos 30 anos.

Nessa briga quem saiu perdendo em primeiro luga...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Nessa briga quem saiu perdendo em primeiro lugar foi a população e em segundo lugar foram os empregados que sempre serviram de massa de manobra de criminosos.

Tio "Armando": Coitado. Tão senil e tão infan...

Zack (Outro)

Tio "Armando": Coitado. Tão senil e tão infantil. Você é a prova concreta de que aquela presunção de que a idade traz sabedoria é totalmente furada. Analfabeto, eu? Não creio, pois felizmente não fui um de seus "alunos". Aliás, não nos olvidemos quem é que idolatra o analfabeto-mor do país, né tio?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 11/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.