Consultor Jurídico

Dívida federal

PF afirma que não recebeu R$ 13 milhões de diárias do Pan

Por 

A Fenepef (Federação Nacional dos Policiais Federais), entidade que reúne 13 mil filiados, sustenta que a corporação está devendo R$ 13 milhões aos policiais. Tudo isso por conta do pagamento dos agentes alocados no Rio de Janeiro para a cobertura da segurança dos Jogos Pan Americanos, que terminou no domingo (29/7).

O dinheiro não foi repassado e, segundo a Fenapef, policiais “passam dificuldades”. Na noite de terça-feira (31/7), a Fenapef emitiu comunicado sobre o episódio.

Veja a íntegra do documento:

Os Jogos Pan-Americanos terminaram, mas por incrível que possa parecer até agora muitos policiais federais ainda não receberam as suas diárias. Segundo informações do Departamento de Polícia Federal a Secretária Nacional de Segurança Pública teria que repassar ainda R$ 13 milhões para que as diárias em atraso sejam pagas. Como não houve o repasse alguns colegas passaram por dificuldades durante o Pan.

Segundo ofício nº 345/2007- GAB/DLO/DPF de 27 de julho assinado pelo delegado Alciomar Goersch, diretor da DLOG/DPF, a suplementação foi necessária á medida que houve a majoração em 100% no valor das darias. O documento enviado ao presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Marcos Vinício Wink, coloca um ponto final na polêmica sobre quem teria direito de receber o valor com aumento.

“O valor das diárias estabelecido pelo Decreto 6.145 de 3 de julho de 2007, alterado pelo decreto 6.154 de 11 de julho de 2007, em favor dos servidores policiais e administrativos em missão oficial no município do Rio de Janeiro, independente da ordem de missão policial ou da ordem de serviço administrativo estarem ou não vinculados aos jogos Pan-Americanos no período de 4 de julho a 30 de agosto”.

Segundo o diretor de Relações do Trabalho da Fenapef, Francisco Carlos Sabino, que ficou no Rio durante os jogos dando suporte aos servidores do DPF deslocados para os Jogos a falta de planejamento ocasiona este tipo de situação. “Vamos continuar acompanhando o desdobramento dessa novela em que se transformou o pagamento das diárias na PF”.




Topo da página

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 1 de agosto de 2007, 9h53

Comentários de leitores

6 comentários

Sim Luis, foi bem isso que eu disse. Delegados ...

Amigo da Justiça (Advogado Autônomo)

Sim Luis, foi bem isso que eu disse. Delegados e outras categorias inclusive a sua, querem ter melhores condições que passem num concurso melhor. Fica muito fácil ficar querendo equiparação em tudo. Se vc quiser deixar, por ex., de ser um mísero auditor e ser Juiz ou MP que estude e passe. É assim que funciona.

Vamos ver o que o Planalto está reservando para...

Nelio Euripedes Machado (Contabilista)

Vamos ver o que o Planalto está reservando para os policiais. Se a verba fosse devida para o pessoal lá de dentro (Palácio) tenho certeza de que já havia sido pago antecipadamente com cartões corporativos sem ter que prestar contas.

Acho que tem razão. Vamos aumentar as diárias d...

Amigo da Justiça (Advogado Autônomo)

Acho que tem razão. Vamos aumentar as diárias dos delegados da PF para R$1.000 ou R$1.500. Querem equiparar com as diárias pagas aos membros do MP e do Judiciário, mas eu tenho uma idéia melhor, vamos equiparar com o do Presidente da República, e vamos dá um cartão corporativo para os Delegados. Delegado tem que acompanhar Delegado. Todos que querem ter uma melhora significativa nos seus salários ou outros benefícios, prestem concursos e passem num melhor. É assim que funciona ou então realiza um concurso único para o serviço público federal, com salário único, e depois de passar o candidato escolhe aonde quer assumir.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 09/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.