Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Preço da morte

Estado americano paga US$ 950 mil a família de detenta

Por 

O condado de Cook, em Chicago, concordou em pagar US$ 950 mil para pôr fim a uma ação civil indenizatória movida pela família de uma detenta. Os parentes alegam que o estado negou assistência médica. As informações são do site Findlaw.

Marie O'Donnell-Smith morreu em 2002 numa cela do condado de Cook. A detenta tinha 38 anos de idade e foi presa em flagrante quando furtava uma loja. Ela era viciada em heroína e roubava para sustentar seu vício. De acordo com o processo, uma enfermeira, dentro da cela, disse a Marie que se ela quisesse ajuda teria de se rastejar.

A partir desse momento, teria sido arrastada pelas enfermeiras pelo corredor da cela em que estava. Ela foi encontrada morta em sua cela três horas após essa cena. Sua causa mortis foi parada cardíaca, decorrente der arritmia. A chefia de polícia do condado de Cook concordarou em dar mais US$ 50 mil para a família da detenta.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 23 de abril de 2007, 0h00

Comentários de leitores

1 comentário

Que bom se a justiça no Brasil fosse assim...

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

Que bom se a justiça no Brasil fosse assim...

Comentários encerrados em 01/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.